NOTÍCIAS

Após derrota humilhante em 2020, Antônio Diniz reaparece dando aula de gestão em grupos de WhatsApp

Ex-prefeito Diniz querendo ensinar o prefeito João Martins administrar o município, que ele mesmo deixou sucateado

Tem coisas que só vê ou ouve em Bequimão-MA. Nesta semana, um áudio do ex-prefeito Antônio Diniz circulou nas redes sociais, onde mostra o ex-gestor, que teve seu bens bloqueados pela justiça por quase 8 anos, dando aula de administração pública em um grupo de WhatsApp, simplesmente por ser contra a pavimentação asfáltica que está sendo realizada em Bequimão pelo governo do Estado, através de uma parceria com a Prefeitura, por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Zé Inácio. Ouça o áudio abaixo e tire sua conclusão.

Quando o serviço de pavimentação asfáltica foi realizado na rua onde Antônio Diniz tem casa, ele não se manifestou criticando, já que ele estaria sendo beneficiado. Mas como o serviço está chegando para outros bequimãoenses, Diniz zomba, critica, dá gargalhadas, monta um teatro nos grupos de WhatsApp, simplesmente por saber que a gestão João Martins trabalha para melhorar a vida da população, independentemente de lado político ou bandeira partidária.

Antônio Diniz que estava com seus direitos políticos suspensos e conseguiu ser candidato de última hora após uma liminar, levou uma surra nas urnas em 2020 para o atual prefeito João Martins, que saiu tonto e só agora reapareceu dando aula de gestão pública, como se ele tivesse sido um bom gestor de 2009 a 2012.

Segundo circula nos bastidores da política bequimãoense, Diniz teria sido o pivô do racha dentro do grupo do qual ele fazia parte, onde saíram 5 candidatos a prefeito, e agora ele reaparece criticando aquilo que ele não conseguiu fazer em 4 anos de gestão. Nem os considerados aliados fieis do grupo param para ouvir Diniz, já que 99% continuam zangados com o racha que o pedetista fez dentro do grupo que o elegeu prefeito em 2008.

Sabedor que nunca mais voltará ao comando do município, resta a Antônio Diniz, reclamar, criticar, espernear e se quiser, chorar até cair a última gota de lágrima. O choro é livre!

Veja as palavras do governador Flávio Dino…

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!