HOMICÍDIO

Assassino de professora é preso no MA

O criminoso matou a jovem na capital piauiense, Teresina

Assassino da professora Ana Valéria Rocha Silva durante um assalto a uma farmácia em Teresina no ano de 2015 e foragido do presídio de Esperantina-PI, Rafael Ferreira Lima foi preso, na quarta-feira (02), no Parque Vitória, em São Luís. A polícia informou que chegou até o criminoso após denúncias anônimas.

“A prisão ocorreu às 12h. Recebemos uma denúncia anônima de que o Rafael estava em uma casa no Parque Vitória e fomos até lá. De fato, ele estava, na companhia de uma mulher. Rafael fugiu do sistema prisional do Piauí no dia 29 de abril de 2016. Ele responde pelo assassinato de uma professora no ano de 2015”, explicou o delegado Paulo Franco, da Delegacia do Anjo da Guarda.

O CRIME FRIO

A professora Ana Valéria Rocha Silva, de 32 anos, foi assassinada no início da noite de 17 de dezembro de 2015 quando fazia compras em uma farmácia na Avenida Jerumenha, no bairro Buenos Aires, na zona norte de Teresina. O crime foi presenciado por uma filha da professora de apenas cinco anos.

De acordo com a policial local, o assaltante tentou roubar a farmácia e efetuou vários disparos dentro do estabelecimento. Um deles, atingiu a professora.

“Ele chegou anunciando o assalto e ainda não se sabre porque, mas efetuou vários disparos e atingiu a vítima. Ele estava sem capacete e não se sabe dizer se estava com outra pessoa, e nem se veio a pé ou de moto”, informou, na época, o tenente Francisco Miranda, do 9º BPM.

Comparsa morto em 2017

O homem identificado como Francisco das Chagas Alves da Silva Júnior, conhecido como Júnior Bombado, de 27 anos, foi assassinado na noite do dia 03 de fevereiro de 2017, na Rua Alto Longá, no bairro Alto Alegre, zona norte de Teresina. A vítima usava tornozeleira eletrônica e era suspeito de ter dado fuga ao assassino da professora de espanhol, Ana Valéria Rocha Silva Pereira, em 2015.

O bandido foi morto com 5 disparos na região das costas e na cabeça. Os acusados do crime são quatro pessoas que estavam em um carro, de cor branca.

Por Gilberto Lima

Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar