BABADO DA SEMANA

Bolsonaro oferece mais quatro ministérios ao Centrão

O presidente da República perdeu a noção do perigo após se aliar com o inimigo

O presidente Jair Bolsonaro, aquele que dizia na campanha eleitoral de 2018 cagar e andar para o Centrão, atualmente já não vai mais ao banheiro sem a companhia de um integrante do Centrão. Bolsonaro botou nas mãos de Ciro Nogueira uma guloseima apetitosa, daquelas que o povo deve pagar a conta mais uma vez.

Com medo de cair do cavalo, Bolsonaro ofereceu mais quatro ministérios para o Centrão — ainda sem definição de quais seriam exatamente. Dois irão para o Senado escolher e mais dois para a Câmara. Os últimos 18 meses de gestão de Bolsonaro serão um verdadeiro toma lá dá cá.

A propósito, um escolado líder do Centrão respondeu assim à possibilidade de a facção deixar o governo Bolsonaro: “Antes de 2 de abril, ninguém sai”. A data, seis meses cravados antes da eleição, é o prazo final para a desincompatibilização de quem disputará as urnas de outubro.

Não é à toa que um ministro do STF, com fina ironia, costuma sentenciar: “Este governo foi desapropriado pelo Centrão”.

Por Lauro Jardim

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo