BEQUIMÃO

Deputado denuncia super salários de até R$ 91 mil na Caema

Wellington do Curso diz que não tem dinheiro para nomear concursados, mas tem pra pagar super salários na Caema

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, na última quarta-feira (11), para fazer grave denúncia sobre super salários na Companhia de Saneamento Básico do Maranhão (Caema). Segundo Wellington, entre os objetos da denúncia, há o caso de um engenheiro que recebeu no mês de julho deste ano, R$ 91 mil e de um advogado que acumula cerca de R$ 51 mil de salário.

Ao cobrar esclarecimentos, o deputado Wellington lamentou a incoerência de Flávio Dino de ter recursos para pagar super salários e usar a desculpa de “falta de dinheiro” para não nomear aprovados em concurso no Maranhão. A Caema se tornou a Petrobras no Maranhão, como se não fosse uma empresa pública.

“Parece até piada! Flávio Dino diz que não tem dinheiro para nomear concursados, mas tem para pagar salários de até R$ 91 mil na Caema! Com um único salário pago a um engenheiro da Caema em julho, por exemplo, daria para pagar cerca de 21 policiais militares. Homens e mulheres que estudaram, foram aprovados em concurso, fizeram curso de formação da polícia militar e aguardam até hoje nomeação. Flávio Dino mente dizendo que não tem recursos, mas é desmascarado quando percebemos casos como esse em que uma única remuneração seria capaz de pagar varios policiais. Fica a pergunta: falta recurso ou o governador só nomeia quem quer e paga quanto bem entende?”, disse Wellington.

Já foi aprovado, por unanimidade na Assembleia Legislativa, o requerimento n° 381, de 02 de julho de 2019, de autoria do deputado Wellington, solicitando que seja disponibilizada a lista de todos os funcionários que ocupam cargos comissionados na Caema, bem como suas respectivas funções e remunerações.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo