LEGISLATIVO

Eidimar Gomes solicita construção de pontes que ligue a Região Itaqui-Bacanga

De acordo com a solicitação, uma ponte seria construída da Vila Embratel ao Pindorama e outra do Anjo da Guarda ao São Francisco

Trecho problemático para milhares de motoristas, a Avenida dos Portugueses, no trecho entre a barragem do Bacanga até a altura da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), tem se tornado, a cada dia, o ponto da via mais complicado para se trafegar no corredor urbano. Nos horários de pico, por exemplo, gera um congestionamento que chega a aproximadamente 2 km.

Há muito tempo se discute uma alternativa para desafogar o trânsito neste trecho. Para contribuir a diminuir o caos na via, a vereadora Eidimar Gomes (PL) vem reiterando algumas proposições apresentadas na Câmara Municipal de São Luís, sugerindo a realização de estudos técnicos com o objetivo de criar novas possibilidades de tráfego de veículos na região visando garantir novas opções de ligação entre os bairros situados na direção sudoeste do município (área Itaqui-Bacanga), delimitado pelo Rio Bacanga.

Nos documentos, encaminhados ao poder público estadual, a parlamentar solicita a construção de três pontes, sendo que a primeira com menos de mil metros, iria ligar a Vila Embratel ao Pindorama; a segunda de 2,7 km serviria para ligar a Ponta do Bonfim, no Anjo da Guarda, ao São Francisco; e a terceira, também com menos de um quilômetro, serviria de acesso do Alto da Esperança ao Porto da Vovó, por trás do Corpo de Bombeiros, nas proximidades da UPA 24h, cortando um braço do Rio Bacanga.

“A construção das três pontes vai garantir novas conexões viárias para a área Itaqui-Bacanga, transformando em novas alternativas para quem deseja fugir dos engarrafamentos da Barragem do Bacanga nos horários de picos, beneficiando uma das maiores regiões da capital, com 58 bairros e cerca de 190 mil pessoas”, destaca a vereadora.

Novos trajetos

Eidimar explica que há um estrangulamento na barragem. Ela explica que esse estrangulamento faz com que quem precisa ir da área do Itaqui-Bacanga para o Anil, para a Cidade Operária, para o Tirirical tenha que vir ao centro da capital. No entanto, com a sua sugestão, a população dessa região teria a oportunidade de fazer, entre a Vila Embratel e o Pindorama.

Na manhã desta terça-feira (28), a parlamentar visitou um dos locais onde poderia ser construída uma destas pontes e constatou que, com menos de um quilômetro, seria possível ser feito um acesso ligando diretamente o Itaqui-Bacanga já direto no Sacavém, região do Coroadinho.

“Nossa sugestão foca na mobilidade urbana. Isso tiraria o fluxo de tráfego no Centro de São Luís para melhorar a situação e valorizar a área do Coroadinho, valorizar a área do Itaqui-Bacanga e não só essa”, completou.

Outra opção apresentada pela vereadora, por exemplo, seria a construção da ponte ligando a Ponta do Bonfim, no Anjo da Guarda, ao São Francisco. Levando-se em conta que a viagem tenha início por esse novo trajeto, o motorista terá um percurso

de aproximadamente 2,7 km até a Avenida Ferreira Gullar, no bairro da Ilhinha. O percurso, tomando por base essa nova opção, seria bem mais rápido do que o trajeto atual pela Avenida dos Portugueses.

Por fim, a terceira opção de ligação, facilitaria o acesso do Alto da Esperança à UFMA, sem precisar passar pelo Anjo da Guarda. Com a construção da conexão até o Porto da Vovó, os motoristas que estiverem saindo da região Itaqui-Bacanga poderiam, inclusive, ter mais facilidades de mobilidade urbana na capital maranhense.

“Nossa proposta visa um único objetivo: encurtar distâncias e melhorar os acessos entre os bairros que compõem a área Itaqui-Bacanga. A construção destas três pontes será um dos principais avanços na mobilidade urbana da região, fato que poderá ser possível caso os investimentos venham ser viabilizados”, concluiu Eidimar Gomes.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!