BABADO DA SEMANA

Empresa de Goiânia-GO faturou mais de 17 mil reais com venda de um galão de água a Bolsonaro

De acordo com o Portal da Transparência do Governo Federal, a empresa de Goiás vendeu água a preço de ouro

A empresa Fonseca Martins Comércio de Gás EIRELI (JR Gás), com sede na Avenida Pasteur, Q144, Lote 02, bairro Parque Anhanguera II, em Goiânia-GO, vendeu água mineral ao governo Bolsonaro a preço de ouro. Segundo dados do Portal da Transparência do Governo Federal, 01 galão de água de 20 litros, custou nada mais, nada menos, que R$ 17.591,40 pago com dinheiro público, valor equivalente para comprar 3.518 galões ao preço R$5,00 a unidade. A empresa é de Rafael Antônio da Fonseca Martins.

Mas como é com dinheiro do povo, pimenta no furico da população é refresco, principalmente quando é colocado por aqueles que dizem representar os 210 milhões de brasileiros, mas só pensam em massacrar o povo.

O mais complicado ainda é saber que o valor é expressamente exorbitante e os Tribunal de Contas da União não conseguiu ver isso, mostrando que pouco faz questão de combater a corrupção no Brasil.

Na Câmara Federal e Senado, os 513 deputados e 81 senadores, não estão nenhum pouco preocupados com esse abuso por parte do governo federal, já que deputados e senadores, 99% também são beneficiados com mordomias jamais visto na casa de quem realmente trabalha para bancar toda essa mordomia.

O judiciário fica calado, mudo, cedo e surdo em momento de escândalos no governo federal, já que as mordomias são partes da vida de juízes e desembargadores. Mexer no cocô de políticos é como sujar as próprias mãos e passar no nariz.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo