MARANHÃO

Enquanto a SEMCAS pena sem nada, Braide sanciona lei que garante repasse financeiro à Academia Maranhense de Letras

A Secretária Municipal de Assistência Social (SEMCAS) passa por dificuldades desde o início da gestão Eduardo Braide

O social só é lembrado por políticos ruins, em período eleitoral. Em São Luís, a Secretária Municipal de Assistência Social (SEMCAS), encontra dificuldades diariamente para tentar manter um serviço mais ou menos. Pelo visto, a SEMCAS não é prioridade para o prefeito Eduardo Braide foi agraciado pela Academia Maranhense de Letras (AML) com a Medalha do Mérito Literário Graça Aranha e agora retribui o prêmio sancionando uma lei de autoria do Executivo Municipal que autoriza repasse financeiro com verba pública para a AML.

A entrega da condecoração ocorreu na noite de quarta-feira (10), em sessão solene que marcou os 114 anos da entidade fundada em 10 de agosto de 1908, data do nascimento do poeta Gonçalves Dias, patrono da Casa de Antônio Lobo. Na ocasião, o prefeito sancionou a Lei 7.044, de autoria do Executivo Municipal, que versa sobre o repasse financeiro que a Prefeitura de São Luís fará à entidade.

“Esta lei é uma parceria que a Prefeitura de São Luís celebra com a Academia Maranhense de Letras, um reconhecimento à entidade cuja história se confunde com a da cidade. Esta lei atende a um pedido do presidente Lourival Serejo e prontamente encaminhamos o projeto de lei à Câmara de Vereadores que aprovou, resultando em um repasse de recursos todo mês à AML”, destacou o prefeito Eduardo Braide. Sobre a medalha Graça Aranha, o gestor disse ser uma honra poder recebê-la. “Tenho a felicidade de ser um dos homenageados com a responsabilidade de corresponder tão grande honraria”, completou o gestor.

De acordo com a lei, a Prefeitura de São Luís destinará, anualmente à AML, recursos na ordem de R$ 60. 000,00 como apoio às ações desenvolvidas pela Academia Maranhense de Letras. O recurso será repassado em parcelas mensais de R$ 5.000,00 corrigidas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Em troca, a Casa de Antônio Lobo se compromete a estimular a participação dos servidores públicos municipais em eventos culturais e literários, tais como palestras, conferências, cursos e outros, por meio da disponibilização de vagas para a Prefeitura de São Luís.

A Medalha do Mérito Literário Graça Aranha foi entregue a mais de 30 personalidades com protagonismo na vida cultural e intelectual do Maranhão e aos membros da AML.

Além do prefeito Eduardo Braide, compuseram a mesa do evento, o presidente da AML, Lourival Serejo, o governador do Maranhão, Carlos Brandão, o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Paulo Velten, o ex-presidente da República e decano da AML, José Sarney e o secretário adjunto da AML, José Ewerton Neto.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!