POLÍCIA

Enquanto Polícia Civil do Maranhão mata homem com transtornos mentais, facções criminosas deitam e rolam no Estado

O jovem Hamilton Cesar Bandeira foi morto por policiais civis no município de Presidente Dutra-MA

Sem qualquer investigação sobre o caso, o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, informou que os policiais civis que participaram de ação que resultou na morte de Hamilton Cesar Bandeira, jovem que sofria com transtornos mentais, morto no município de Presidente Dutra-MA, não serão afastados.

Portela também disse que os policiais foram à casa do jovem para entregar uma intimação. Hamilton Cesar, que tinha transtornos mentais, havia feito uma postagem nas redes sociais desejando “boa sorte” ao marginal Lázaro Barbosa, que está foragido no Estado de Goiás.

Hamilton acabou sendo morto pelos policiais na semana passada. O caso foi registrado no povoado Calumbi, zona rural de Presidente Dutra, região Central do Maranhão.

O crime está sendo investigado, segundo divulgou a Secretaria de Segurança do Estado do Maranhão.

FACÇÕES CRIMINOSAS NO MARANHÃO

O Maranhão atualmente está jogado nas mãos das facções criminosas e nenhuma atitude foi tomada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão para solucionar os problemas. Até dentro dos presídios maranhenses, segundo informações repassadas ao G7, as facções mandam e desmandam, já que solicitaram a separação de alas e foram atendidas pelo Governo do Maranhão.

No interior do Estado, o crime organizado manda e desmanda, crimes acontecem e nem é solucionado. Famílias amedrontadas, trabalhadores ameaçados, municípios sem policiamento, sem delegacias e alguns onde o delegado de plantão apareceu uma vez por semana. Enquanto isso, a marginalidade fica forte e a polícia enfraquecida, diante do sucateamento das policias.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!