NOTÍCIAS

Flávio Dino dá rasteira em Luciano Leitoa ao assumir presidência do PSB

Até então aliado do Palácio dos Leões, ex-prefeito de Timon foi colocado para escanteio após filiação de Dino

Aliado de primeira hora de Flávio Dino, Luciano Leitoa, ex-prefeito de Timon e maior liderança política da região, levou uma rasteira do governador do Maranhão ao ser colocado para escanteio dentro do PSB, após filiação do agora ex-comunista, que deixou o PCdoB para comandar o Partido Socialista Brasileiro, visando a única vaga ao Senado em 2022. Como forma de agradecimento do governador pelo apoio que o ex-prefeito de Timon sempre lhe deu, Dino destituiu Luciano da presidência do PSB no Maranhão e assumiu o comando.

A atitude de Flávio Dino contra Luciano Leitoa já mostra, que para chegar ao poder, o governador do Maranhão atropela aliados da mesma forma que faz com seus opositores. Para mostrar que líder precisa ser líder em qualquer ocasião e não retribuir a pancada com a mesma pedra, Luciano Leitoa tem se mantido em silêncio, vendo a invasão comunista ao PSB, partido que o ex-deputado federal deve deixar após a furada de olho de Dino.

Leitoa presidiu o PSB por mais de 10 anos e faz parte da executiva nacional. Nos bastidores da política ainda é um mistério o futuro político e partidário do ex-presidente do PSB, mas alguns analistas já comentam na possibilidade do ex-prefeito de Timon desembarcar no Partido Democrático Trabalhista (PDT), onde já esteve e foi eleito aos 22 anos o deputado federal mais jovem do Brasil. O PDT é comandado no Maranhão pelo senador Weverton, pré-candidato ao governo do Estado.

Após filiação de Flávio Dino e Ricardo Capelli na legenda, uma comissão provisória do Partido Socialista Brasileiro no Maranhão foi constituída nesta sexta-feira (25), tendo o governador Flávio Dino como presidente e o deputado federal Bira do Pindaré, como vice. Luciano Leitoa dançou, já que além de ter sido destituído da presidência, ficou de fora da comissão. O secretário de Comunicação do Palácio dos Leões, soldado Nº 1 de Flávio Dino para perseguir radialistas e jornalistas, vai comandar a secretaria de finanças do PSB.

Sendo agora o presidente do PSB, Flávio Dino deve arrastar seus aliados para a sigla, incluindo prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e deputados. O PCdoB morre, mas os órgãos comunistas serão doados e implantados no PSB do Maranhão.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!