POLÍTICA

Flávio Dino quer ser Sarney, mas imita Bolsonaro ao arregar dos debates

Ex-governador trabalhou para os amigos, ex-alunos da UFMA, empresários e manteve os mais pobres na miséria

Crítico ao presidente Jair Bolsonaro, o ex-governador do Maranhão, Flávio Dino cometeu os mesmos erros ou até mais graves que Bolsonaro durante sua gestão à frete do Palácio dos Leões. Com uma gestão direcionada a beneficiar os grandes empresários, favorecendo secretários que eram seus ex-alunos na UFMA, amigos pessoais e políticos aliados, Dino foi péssimo em se tratando de gestão para as pessoas mais vulneráveis.

Nas redes sociais ou em entrevista, Flávio Dino consegue enxergar os defeitos de Jair Bolsonaro, mostra os erros, faz críticas a postura do Presidente da República, mas na vida real, o ex-comunista comete os mesmo erros ou até mais graves. Dino não admite críticas, para ele, quem o critica está com o capeta no couro. Na verdade, Flávio Dino é mais um lobo morando no Palácio dos Leões em pelo de cordeiro.

Desde 2018, quando Jair Bolsonaro passou a “arregar” dos debates e sabatinas no Rádio e TV, Flávio Dino encontrou uma forma de expelir seu veneno nas redes sociais ao criticar o Presidente da República, usando os piores adjetivos, como se o então comunista fosse uma referência positiva em se tratando de político. Quatro anos depois, Flávio Dino repete Bolsonaro, falta aos debates, com medo de colocarem suas sujeiras no ventilador.

Se o eleitor maranhense analisar bem, Flávio Dino usou o poder no Palácio dos Leões para perseguir opositores, criticar o grupo Sarney, a TV Mirante, beneficiar amigos e aliados, massacrar os mais pobres e agora volta como salvador da Pátria querendo uma vaga no Senado como prêmio pela mazelas deixadas por sua gestão.

Flávio Dino é aquele cara que prega uma coisa e faz outra. Em outras palavras, seria um Bolsonaro com nome, CPF e RG diferentes, morando no Maranhão e pensando se eleger para fugir da Polícia Federal. Esse é o Flávio Dino, que sonha ser Sarney, mas por enquanto imita Bolsonaro.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!