POLÍCIA

Gestões Carlos Brandão e Eduardo Braide se unem no combate a violência no transporte coletivo

Polícia Militar e Guarda Municipal vão trabalhar no combate a violência desenfreada nos coletivos na Grande São Luís

Depois de uma longa reunião na sede da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, entre o secretário da pasta, Coronel Leite, e os secretários de Transporte (Diego Baluz) e Segurança Municipal (delegado Marcos Affonso) da Prefeitura de São Luís, algumas ações ficaram definidas para tentar minimizar a violência no transporte público na Grande Ilha.

O próprio prefeito Eduardo Braide, nas redes sociais, anunciou as medidas que devem ser tomadas nas ações em conjunto entre Governo do Maranhão e Prefeitura de São Luís. O problema é que sempre foi criadas ações de combate a violência no transporte público, mas depois, o próprio governo relaxa e a bandidagem volta a tomar conta da cidade. Que desta vez seja fixa e constante.

Somente em 2 dias, em três assaltos em ônibus que rondam na Grande Ilha, tivemos dois óbitos de usuários e um motorista esfaqueado. Nos primeiros 4 meses de 2022, o número de assaltos ultrapassa 500 e ninguém toma uma providência. É como se na guerra entre marginais e policiais, a polícia tivesse perdido o controle da segurança para os criminosos.

Os marginais pegam ônibus, em sua grande maioria, dentro dos terminais de integração, e minutos após deixarem os terminais, anunciam o assalto. O certo, seria fazer blitz na saída dos terminais de integração, e as equipes precisam ter policial mulher, já que as passageiras não são revistadas, por falta de uma profissional de segurança feminina. O que não pode é fazer blitz fixa, que bandido não é besta.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!