NOTÍCIAS

Governador Brandão teria gasto mais de R$ 9 milhões para reformar ferryboats, que continuam abandonados

Os dois ferryboats Cidade de Araioses e Cidade de Tutóia continuam jogados às traças no Porto da Espera

O governador Carlos Brandão (PSB), está achando que empresa privada é dele e que dinheiro público nasce igual capim. Ele teriam desembolsado nada mais, nada menos, que R$ 9.148.088,42  (nove milhões, cento e quarenta e oito mil, oitenta e oito reais e quarenta e dois centavos), para recuperar dois ferry velhos da empresa Servi-Porto, que está sob a intervenção do Governo do Estado há quase 2 anos.

Segundo as informações disponíveis no Portal da Transparência, os serviços de manutenção corretiva e reparo foram feitos nas embarcações Baía de São José I e Cidade de Araioses. A primeira foi recuperada pela Costa Mar Engenharia e Consultoria Naval Ltda, enquanto que a segunda foi recuperada pela Internacional Marítima.

Semanas atrás, em entrevista à TV Mirante, Carlos Brandão afirmou que entregaria à população dois novos ferryboats no último dia 5 de agosto, que, segundo ele, resolveria a crise no sistema de transporte aquaviário do Maranhão. O grande problema é que nenhuma das embarcações anunciadas está funcionando como Brandão havia anunciado.

No entanto, ao que tudo indica, as “novas” embarcações não passam de antigas balsas que foram apenas pintadas, da mesma forma como aconteceu com o José Humberto, ferryboat vindo do Pará que semanalmente apresenta problemas, mas a MOB nega de pés juntos.

Por Marrapá

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!