POLÍCIA

Homem que matou corretor de imóveis é preso na Ilha de São Luís

Acusado de matar o corretor a tiros foi preso no bairro Jardim Tropical

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) prendeu, nesta quinta-feira (18), o homem identificado como Edson Guedes, de 39 anos, que assassinou o corretor de imóveis Dino Márcio Pinho Rosa Formiga, de 47 anos, no estacionamento Pet Shop Petland, na Avenida Daniel de La Touche, em São Luís. O crime aconteceu no dia 09 maio deste ano, por volta das 18h30.

Segundo informações da Polícia Civil, Edson Guedes, que trabalhava como vigilante no estabelecimento, foi preso no bairro Jardim Tropical. Ele havia saído da casa da sogra e seguia para a residência onde morava.

No dia 11 maio ele havia sido preso, temporariamente, mas foi solto após o prazo de 30 dias. Entretanto, a polícia apresentou um novo pedido de prisão preventiva, que foi aceito pelo Poder Judiciário em julho, após manifestação do Ministério Público.

Após ser preso, o homem confessou ter assassinado Dino Formiga e acrescentou mais detalhes sobre o que aconteceu no dia do crime. O vigilante e a vítima discutiram após Dino Márcio reclamar sobre o tipo de ração que foi vendida para ele.

Segundo o delegado Ivônio Ribeiro, da Delegacia de Homicídios da Área Norte da Superintendência de Homicídios e Proteção a Pessoa (SHPP), o inquérito será encaminhado para o Poder Judiciário e ao Ministério Público, devido ao fim das investigações.

Após o cumprimento das formalidades legais, o preso foi encaminhado ao Sistema Penitenciário, onde permanecerá à disposição da justiça.

O crime

O delegado Felipe César, da SHPP, declarou que o corretor de imóveis teria ido ao Pet Shop, na Cohama, com o objetivo de trocar uma ração de gato quando teve início um desentendimento com o vigilante do estabelecimento comercial.

A discussão se prolongou até a parte externa da loja quando o vigilante realizou vários disparos de arma de fogo contra Dino Márcio.

O corretor de imóveis ainda foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vinhais, mas, chegou sem vida. O suspeito conseguiu fugir e levou a arma usada no crime.

Por Gilberto Lima

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!