ELEIÇÕES

Igreja Universal pode está envolvida em esquema para eleger vereadora do PRB

Uma doação eleitoral expõe suposto esquema da Igreja Universal para eleger vereadora em São Luís

Depois de ser investigada por lavar o dinheiro doado pelos seus fiéis, a Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), liderada pelo Bispo Edir Macedo, está prestes a figurar em um novo escândalo de lavagem de dinheiro: a suspeita envolvendo a divisão dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) destinado aos partidos políticos para as Eleições Municipais de 2020.

Os indícios de irregularidades com as verbas públicas começaram a ser desvendar a partir de doações realizadas pelo Republicanos (antigo PRB), partido com fortes ligações à igreja. A sigla tem adotado um discurso à direita e colado à imagem ao presidente Jair Prova disso, é que a sigla está apostando na campanha para vereadora da ex-mulher de Bolsonaro, Rogéria Nantes, que concorre pela legenda no Rio de Janeiro.

Além dela, outra personagem que entra no enredo de apostas é a técnica de enfermagem Maria Rosana da Silva, a Rosana da Saúde que disputa uma das 31 vagas na Câmara de São Luís.

As duas foram as únicas postulantes a uma vaga nos parlamentos municipais que receberam ajuda da sigla no país. Rosana da Saúde recebeu do Republicanos a bagatela de R$ 300 mil, ou seja, R$ 200 mil a mais que a ex-mulher de Bolsonaro que foi contemplada apenas com R$ 100 mil.

A pergunta que não quer calar: como uma desconhecida foi contemplada com valor tão exorbitante ao ponto de escandalizar o próprio partido, através de denúncias na imprensa nacional?

Qual o critério usado pela legenda que é ligada à Universal para realizar a distribuição tão generosa a uma candidata que faz questão em dizer que é a aposta da igreja na disputa ao Legislativo municipal em São Luís?

Cabem aos promotores investigar esse mistério envolvendo o partido e suas doações que tem o puro proposito de financiar, de modo fraudulento, visando priorizar apenas Rosana da Saúde. Depois dos candidatos laranjas do PSL em 2018, mais um partido que se diz de direita pode figurar em mais um escândalo nacional: agora é o Republicanos.

Por Dalvana Mendes

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo