BABADO DA SEMANA

Jornalistas do Correio Braziliense mantêm greve

Os profissionais vão para o sexto dia de paralisação a Capital Federal

Após assembleia realizada nesta quinta-feira (10), está mantida a greve dos jornalistas do Correio Braziliense. A redação, em greve há três dias, exige o pagamento integral do salário de novembro, vencido no dia 4. Até esta quinta,  apenas 70% da redação havia recebido 100% do salário de novembro.

Segundo o Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, a maior parte dos trabalhadores decidiu seguir com o protesto. Eles ressaltaram que a paralisação é uma resposta ao histórico de alguns anos de atrasos recorrentes de pagamentos, incluindo férias, auxílio-refeição, cláusulas de Convenção Coletiva e outros. Também está em pauta o descumprimento de acordos, entre eles um fechado em setembro passado na Justiça do Trabalho, contribuiu para que os jornalistas votassem pelo prosseguimento da greve. A reportagem não conseguiu contato com a direção do Correio Braziliense.

O Correio

Jornal mais tradicional de Brasília, o Correio Braziliense pertencente aos Diários Associados, do qual fazem parte outros veículos de comunicação. O jornal foi fundado no dia 21 de abril de 1960 por Assis Chateaubriand, juntamente com a inauguração da capital federal e a da TV Brasília. O nome veio do histórico Correio Braziliense ou Armazém Literário, editado em Londres em 1808 por Hipólito José da Costa.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo