NOTÍCIAS

Matéria da Crusoé que detona Josimar Maranhãozinho pode ter sido feita nos porões do Palácio dos Leões

O jornalista Paulo Cappelli que assina a matéria na Revista Crusoé é primo do Secretário de Comunicação de Flávio Dino, Ricardo Cappelli

Desde que rompeu com Flávio Dino e anunciou sua pré-candidatura ao governo do Maranhão, o deputado federal, Josimar Maranhãozinho (PL) tem comido o pão que o capeta amaçou. O próprio Josimar já reconheceu que tem sido vítima de perseguições do governador Flávio Dino, o que não é novidade aos arredores do Palácio dos Leões. Segundo circula nos bastidores da Praça D. Pedro II, Flávio Dino é do tipo que não faz, mas manda fazer.

Nesta sexta-feira (3), uma matéria esculachando o deputado federal Josimar de Maranhãozinho circulou na rede mundial de computadores através da Revista Crusoé, redes sociais e blogues de todo Maranhão. Para surpresa de alguns, um dos jornalistas que assina a reportagem na Revista Crusoé, Paulo Cappelli, mostrando um suposto esquema de corrupção envolvendo o deputado federal e pré-candidato ao governo do estado, Josimar, é primo do secretário de Comunicação de Flávio Dino (PSB), Ricardo Cappelli. Muita coincidência!

Paulo Capelli assina a reportagem ao lado do jornalista Rodrigo Rangel. O sobrenome do primeiro jornalista citado não nega o parentesco existente com o manda chuva do Palácio dos Leões, Ricardo Cappelli, que atualmente é o titular da Secom no governo Flávio Dino.

Não precisou muita pesquisa para descobrir o grau de parentesco entre o jornalista da Revista Crusoé e o secretário de Comunicação do Palácio dos Leões. O próprio Ricardo Cappelli foi quem confirmou a relação de parentesco com Paulo Cappelli ao responder um questionamento do senador Roberto Rocha pelas redes sociais. O responsável pela Comunicação de Dino confirmou, nas entrelinhas, que ele e o jornalista da Crusoé são da mesma família. Veja abaixo a resposta correta da pergunta feita por roberto Rocha.

Nos bastidores a quem diga que a matéria pode ter sido construída nos porões do Palácio dos Leões, já que é muita coincidência, logo o primo de Cappelli se interessar tanto por essa pauta, logo de um adversário de Flávio Dino. Sendo feita ou não nos porões da Praça D. Pedro II, o certo mesmo é que o objetivo foi alcançado: Josimar hoje perante a sociedade está destruído moralmente.

Josimar de Maranhãozinho era um dos aliados de primeira linha de Flávio Dino, abandonou o grupo Sarney em 2018 para beber no mesmo copo do comunista, mas rompeu com o governador alegando falta de prestígio e espaços políticos. Tempos depois, o parlamentar lançou a sua pré-candidatura ao governo do estado e passou a ser visto por Flávio Dino como inimigo mortal.

Nos bastidores, circula, que Ricardo Cappelli só faz o que Márcio Jerry manda. Se é verdade ou não, o povo de dentro do Palácio dos Leões comenta.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo