BABADO DA SEMANA

Moro pede licença de 5 dias para se livrar de deputados e senadores antes do recesso

O ministro da justiça já não consegue explicar o inexplicável e precisou ir ao psiquiatra

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, solicitou afastamento do cargo “para tratar de assuntos particulares”. A licença do ministro será tirada no período e 15 a 19 de julho e foi autorizada por despacho presidencial publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (08).

Aos corredores da Câmara e Senado Federal, deputados e senadores acreditam que Sérgio Moro tenta escapar de novos convites para comparecer ao congresso sobre as mensagens vazadas e publicadas pela imprensa. Como os deputados e senadores vão ficar de recesso este mês, Moro achou uma maneira de escapar dos confrontos, principalmente como aconteceu com o deputado federal Glauber Braga, que pegou pesado durante sessão na CCJ.

Outros deputados, inclusive aliados ao governo Bolsonaro, deixaram escapar que Sérgio Moro está abatido com a pressão dos parlamentares e as divulgações das conversas pela imprensa. Alguns chegaram a falar que Moro vai procurar um psiquiatra durante uma semana para fazer sessões de descarrego.

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close