BABADO DA SEMANA

O enrolado secretário de Comunicação de Flávio Dino deixou OAB-MA fora de reunião

O agora mandatário da Comunicação do Governo do Maranhão dá sinais de inexperiência na função

O Secretário de Comunicação do governo Flávio Dino, Ricardo Cappelli, pisou feio na bola ao convidar para uma reunião com Flávio Dino autoridades de todas as esferas do Maranhão e deixar de fora justamente a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional Maranhão. A pisada de bola só foi percebida após a OAB-MA divulgar nota sobre a reunião, que havia ficado sabendo através da imprensa.

O jornalista Cappelli atuava como secretário-chefe da Representação Institucional do governo do Maranhão em Brasília e veio para comandar uma pasta, que tem trazido desgastes à imagem de Flávio Dino ao abandonar os velhos soldados do governador e iniciar visitas em veículos de comunicação que detonam Flávio Dino. Pelo andar da carruagem Cappelli deve ser abortado antes mesmo que vire embrião, já que enfraqueceu o exército protetor Flávio Dino. Sua ficha não é tão limpa para ser um secretário de confiança de Flávio Dino. Basta dar uma Google para descobrir o histórico desse rapaz.  Veja abaixo um aperitivo.

Cappelli já foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) e Secretário Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social no Ministério do Esporte, mesmo não adquiriu experiência para gerenciar uma pasta do tamanho da Secom, em um estado onde a imprensa é forte no convencional e digital.  VEJA ABAIXO A NOTA DA OAB-MA.

NOTA PÚBLICA

No comunicado do Governo do Estado chamou atenção da sociedade o fato de não constar como convidada a maior instituição da sociedade civil do País, que ao longo de sua história sempre pautou suas ações de forma responsável e independente em defesa da sociedade e do Estado Democrático de Direito.
Dito isto, a OAB/MA comunica que tal fato não importará em qualquer abalo as inúmeras ações que a Ordem tem desenvolvido em prol da sociedade, nem prejudicará que continuemos a cobrar, com total independência política, as autoridades e o Poder Público para que cumpram suas atribuições, dentre as quais merece destaque o direito constitucional a saúde.
Por oportuno, a OAB saúda a iniciativa do Governo do Estado, ainda que tardia, de abrir diálogo sobre a grave situação que enfrentamos, contudo lamenta não terem sido convidados representantes da sociedade civil, nem mesmo os representantes das atividades produtivas já tão penalizadas por esta pandemia, e que certamente contribuiriam para a construção das medidas necessárias para conter a disseminação do COVID-19.
Por fim, a OAB Maranhão espera que sejam delineadas ações efetivas que possam retirar nosso estado das últimas posições de vacinação do País, e aproveita para reiterar, outrossim, seu compromisso com a sociedade maranhense de estar ao lado dessa na defesa dos direitos e garantias dos cidadãos e cidadãs.
São LuÍs (MA), 01 de março de 2021
Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão.
Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo