TRANSPORTE

Para não ter aumento na passagem, Eduardo Braide teria que bancar empresários com dinheiro público

A grande Ilha já completa cinco dias sem circulação de ônibus coletivo e as negociações continuam

Em entrevista a TV Mirante, no Quadro Bastidores, apresentando pelo jornalista Clóvis Cabalau, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos) ressaltou que não permitirá algum tipo de aumento no preço das passagens do transporte coletivo da capital maranhense.

Eduardo Braide convocou uma reunião entre ele e representantes dos Sindicatos dos Rodoviários e das Empresas de Transporte de Passageiros, na sede da Prefeitura, às 10h desta segunda-feira (25), mas as negociações não avançaram e a greve continua.

Segundo circula nas redes sociais, os empresários solicitam um abono da Prefeitura para evitar o reajuste. Caso isso aconteça, ao invés da população pagar o reajuste na bilheteria, terá que pagar de outra forma: o prefeito Braide repassando dinheiro público aos empresários.

Se isso acontecer, Eduardo Braide estaria repetindo as atitudes de Tadeu Palácio, João Castelo e Edivaldo Holanda Júnior.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo