HOMICÍDIO

Policial militar acusado de matar companheira em Coroatá-MA é preso

Se caso for confirmado como autor do crime, o policial deve ser condenado e perder a farda

Já esta preso a disposição da Justiça do Maranhão, o soldado da Polícia Militar do Estado do Maranhão, Gilgleidson Pereira Melo. Ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça da cidade de Coroatá-MA. O militar e o principal suspeito de ter assassinado com um tiro no abdômen, sua própria companheira, Ana Carolina da Silva Carvalho, de 17 anos, conhecida como “Carol”.

O crime ocorreu na última segunda-feira (5) no bairro do Mocó, naquela cidade. “Carol” convivia com acusado em um sítio por cerca de seis meses. Conforme relatos obtidos pela polícia, “Carol” era vítima de violência doméstica constante praticada pelo policial.

Após ter tirado a vida da vítima, Gilgleidson criou um álibi afirmando que a sua companheira havia sido baleada por bandidos armados que invadiram o local onde eles moravam. Com a prisão do militar, o caso passa a ser investigado pela delegada Wanda Moura, do Departamento de Feminicídio, da Polícia Civil do Maranhão.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo