BEQUIMÃO

Prefeitura de Bequimão divulga relatório de ações no combate ao Coronavírus

Em relatório, Prefeitura de Bequimão mostra alcance das ações de conscientização e investimentos na estrutura da saúde

Nos últimos anos, Bequimão tem sido referência na gestão da saúde pública, o que fez toda diferença neste momento delicado de expansão da Covid-19. Pela proximidade da capital São Luís, já era esperado que o município fosse um dos primeiros do Maranhão a registrar casos do coronavírus. Foi pensando nisso que o prefeito Zé Martins instaurou, desde o dia 03 de março, uma Comissão Especial para elaborar estratégias de controle e combate à pandemia. Foram logo iniciadas as ações de conscientização, as medidas de restrição e realizados investimentos em equipamentos, restruturação das equipes de saúde e em melhorias no hospital. Um balanço desse trabalho foi enviado à Câmara Municipal de Bequimão, na sexta-feira (29).

Diferente do que acontece em boa parte dos municípios brasileiros, os moradores de Bequimão com sintomas ou diagnosticados com a Covid-19 não precisam comprar medicamentos. O prefeito Zé Martins montou uma equipe para atendimento domiciliar volante e disponibilizou canais para teleatendimento. Esses profissionais identificam os casos que precisam logo de tratamento e entregam um kit com os remédios. Essa estratégia tem possibilitado o cuidado precoce e gratuito de dezenas de bequimãoenses.

A equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), com fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, assistente social e psicólogo, intensificou a assistência a idosos e acamados, com visitadas domiciliares nos mais diversos povoados do município.

Também foi possível aumentar o percentual de testagem, com a aquisição de mais testes rápidos. Hoje, a Secretaria Municipal de Saúde e a Vigilância Epidemiológica podem trabalhar com dados mais aproximados da real situação do coronavírus no município. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado no dia 02 de junho, dos 141 casos suspeitos, 106 foram confirmados por teste ou por vínculo epidemiológico (no caso de pessoas sintomáticas que convivem com pacientes diagnosticados por exame).

Na última semana, houve uma diminuição nas internações por Covid-19, o que tem sinalizado para a Prefeitura a possibilidade de uma reabertura gradual das atividades comerciais.

Para a segurança dos profissionais da saúde, foram comprados Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), incluindo macacões impermeáveis, óculos de proteção, máscara N95, toucas, luvas de procedimentos, aventais descartáveis e máscaras de proteção (face shield). Esses itens precisam ser constantemente repostos, para evitar ao máximo a contaminação dos profissionais do Hospital Lídia Martins e das equipes volantes e da Estratégia Saúde da Família.

A Prefeitura de Bequimão também comprou e instalou no hospital mais três leitos, cinco aparelhos de ar-condicionado, três bebedouros (como forma de reduzir o contato dos pacientes na enfermaria) e duas máquinas de lavar (para lavagem separada de lençóis, aventais e roupas usadas no ambiente hospitalar).

Medidas de prevenção

O primeiro decreto, que suspendeu as aulas, eventos públicos e aglomerações, foi editado em 17 de março, quase um mês antes de aparecer o primeiro caso suspeito no município. Nos decretos seguintes, a Prefeitura de Bequimão aumentou as medidas de restrição, com a manutenção apenas do comércio essencial (alimentos e farmácia). A Guarda Municipal, a Política Militar e uma empresa de segurança privada trabalharam em conjunto para garantir o cumprimento dos decretos municipais.

Também foi disciplinada a circulação de veículos. Nas barreiras sanitárias, montadas nos dois principais acessos ao Centro, os profissionais de saúde fazem monitoramento da temperatura de condutores e passageiros, bem como orientam sobre a prevenção da doença. São abordados, ainda, os usuários de vans, ônibus e micro-ônibus, em viagens que passaram a operar com metade da capacidade de lotação.

As ações de conscientização continuaram nas ruas, com distribuição de panfletos e circulação de carro de som, mas também foram levadas às redes sociais digitais. Com isso, a Prefeitura de Bequimão, segundo o relatório, ampliou o alcance das medidas preventivas entre os moradores, o que ajudou na maior adesão ao distanciamento social.

Outra importante medida contra o coronavírus é a desinfecção de espaços públicos e áreas onde há eventual circulação de pessoas, como os pontos de comércio. Um carro pipa foi contratado para ampliar esse trabalho, jogando uma solução à base de água sanitária pelas ruas.

Ações sociais

A Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, está realizando atendimento psicológico online, mobilizando os profissionais do CRAS e CREAS. Também foram montados plantões para assistência às pessoas que solicitaram o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o Auxílio Emergencial do governo federal. O Programa Criança Feliz tem acompanhado a situação de 240 famílias.

Com apoio do deputado estadual Zé Inácio, a Prefeitura de Bequimão distribuiu 20 toneladas de alimentos. Em abril, já haviam sido entregues à população mais vulnerável cerca de 10 toneladas de pescados. Com o Kit Emergencial da Alimentação Escolar, todos os 3.287 alunos, das 33 escolas da Rede Municipal, receberam alimentos. Todas as medidas integram um plano de ação para continuar fortalecendo a segurança alimentar no município.

A população também teve a proteção primária garantida pela Prefeitura de Bequimão. Numa parceria com os comerciantes locais, a administração do prefeito Zé Martins, por meio da Sala do Empreendedor, conseguiu confeccionar e distribuir 10 mil máscaras. Os pequenos empresários doaram tecidos, linhas e elásticos; a Prefeitura pagou pelo trabalho de 17 costureiras, que puderam ter uma renda extra nesse momento de crise econômica.

“Estamos fazendo um trabalho com muita responsabilidade, tratando a pandemia com a seriedade que a situação exige. Temos encontrado dificuldade na aquisição de medicamentos e de testes, porque a demanda é alta e nem sempre encontramos à venda, mas isso não nos desanima e estamos conseguindo superar, aos poucos. Nossas equipes têm sido incansáveis, para garantir que mais vidas sejam salvas. Os recursos são geridos também com muita cautela, porque uma gestão que trabalha com planejamento não pode gastar tudo de uma vez. É com essa responsabilidade que temos esperança de superar, muito em breve, mais esse desafio”, destacou o prefeito Zé Martins.

Por Tribuna de Bequimão

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo