TRANSPORTE

Prefeitura de São Luís reforça ação de desinfecção do transporte urbano

A Secretaria Municipal de Saúde fez aquisição de equipamentos automatizados

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), reforçou a ação de desinfecção do transporte urbano da capital com a aquisição de equipamentos automatizados. A partir de agora, a limpeza dos ônibus passará a ser ainda mais eficaz na eliminação do novo coronavírus das superfícies onde possa estar hospedado, assim como de outros microrganismos nocivos à saúde humana.

“As pessoas que utilizam o transporte público precisam se sentir mais seguras, ainda mais com essa pandemia. Pensando nisso é que nós estabelecemos essa nova metodologia de higienização nos ônibus. Nosso objetivo é melhorar cada vez mais o serviço em São Luís”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

Os novos equipamentos adquiridos pela Prefeitura de São Luís para a limpeza dos coletivos da cidade – meio de locomoção diária de mais de 300 mil usuários – são máquinas nebulizadoras e atomizadoras, eficientes na vaporização de uma mistura de quaternário de amônio e peróxido de hidrogênio, produtos que potencializam a ação de desinfecção.

“Por determinação do prefeito Eduardo Braide, a desinfecção está sendo realizada diariamente pelas nossas equipes dentro dos Terminais de Integração da capital, de domingo a domingo. A aquisição dos equipamentos é mais um incremento às ações que já vinham sendo executadas, oferecendo ainda mais segurança àquelas pessoas que utilizam do transporte urbano”, disse o titular da SMTT, Cláudio Ribeiro.

O coordenador dos Terminais de Integração de São Luís, Marciano Eduardo Rubira, destacou a necessidade da ação. “Estamos reestruturando o processo de desinfecção dos ônibus para garantir ainda mais segurança para os passageiros, motoristas e cobradores. Por meio da aquisição de equipamentos automatizados vamos executar com mais agilidade a limpeza necessária para garantir a saúde de todos os que se locomovem pelo transporte público”.

A ação, potencializada com a aquisição de novos equipamentos, é ainda mais elogiada por quem usa os ônibus nesta pandemia, como é o caso de Rosa Sousa, de 53 anos. “Eu fico mais tranquila ao ver que está havendo investimento para diminuir o risco de contaminação para quem precisa sair de casa para trabalhar”, ressaltou a diarista, que foi surpreendida pela ação de desinfecção por meio de equipamento automatizado na tarde desta quinta-feira (8), no Terminal da Cohama.

Igualmente, a cobradora de ônibus Regenilce Lustoza, de 45 anos, disse que a ação “é extremamente importante para a segurança de quem trabalha no transporte público. Embora a gente faça o que é preciso fazer para não se contaminar, é sempre bom contar com o apoio público para reforçar a iniciativa que a gente adotou de usar máscara, limpar as mãos com álcool em gel e manter o mínimo de distanciamento”, elogiou.

Ao executar a desinfecção dos coletivos, que acontece duas vezes ao dia nos Terminais de Integração, pela manhã e à tarde, os agentes se paramentam com macacões impermeáveis, luvas, botas, máscaras e óculos de proteção, conforme a preconiza a Associação Brasileira de Normas e Técnicas (ABNT) para manuseio de produtos químicos utilizados, o mesmo adotado na sanitização de ambientes hospitalares.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo