BABADO DA SEMANA

Quem são os secretários de Flávio Dino que queriam destruir Duarte e agora querem reconstruir?

O deputado Neto Evangelista ameaça publicar nomes de secretários que apoiam Duarte agora, mas odeiam o Garoto Viva

Durante o debate entre Eduardo Braide e Duarte Jr, o deputado estadual Neto Evangelista (DEM), usou suas redes sociais para fazer uma grave denúncia, ameaçando secretários do governo Flávio Dino que declararam apoio a Duarte no segundo turno. A postagem ganhou repercussão nacional e já deixa o Palácio dos Leões em base de explosões, que pode ter consequências graves dentro do governo comunista.

Segundo a postagem de Neto Evangelista, os secretários que foram obrigados a apoiar e fazer campanha para Duarte, ficavam querendo destruir Duarte no primeiro turno com informações bombásticas. Se perturbarem muito, começo a dizer os secretários de estado que ficavam me ligando durante o primeiro turno, entregando coisa de Duarte para que eu falasse na campanha [sic]. E ainda completou: “E que agora tiveram que pedir voto para ele”.

Em suas declarações, Neto Evangelista deixa claro que tinham secretários do governo Flávio Dino trabalhando contra a campanha de Duarte Júnior e muito mais que isso, tentaram atrapalha-lo de todas formas. Mas não para por aí, as declarações do deputado estadual estão insinuando que o governador está praticando abuso de poder político, pois os seus secretário estão tento que pedir voto para Duarte mesmo contra a vontade inicial.

Pelas declarações de Neto Evangelista, quase 35 secretários e presidentes de órgãos estaduais podem estar envolvidos, uma vez que no primeiro turno, apenas seis membros do primeiro escalão estavam com Duarte Júnior.

O Ministério Público Eleitoral e a Polícia Federal devem ficar bem atentos as declarações de vários personagens políticos durante esse período eleitoral. Apesar de embebidos pela raiva, muitos estão expondo verdadeiras práticas nefastas por parte do Governo do Maranhão.

Por Diego Emir

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo