ESPORTE

Sampaio Corrêa massacra o Sport-PE por 4 a 1 no Castelão

Partida válida pela 20ª rodada da Série B aconteceu na noite desta sexta-feira (22)

Em noite de amplo domínio no Estádio Castelão, o Sampaio Corrêa goleou o Sport-PE por 4 a 1 e subiu para a quinta colocação na tabela do Campeonato Brasileiro da Série B, mas pode perder a posição, caso Tombense-MG, Londrina-PR e Novorizontino-SP vençam seus jogos. Se isso acontecer, Sampaio poderá cair para a 9ª posição.

A vitória da equipe Maranhense começou a ser construída no primeiro tempo, com gols de Gabriel Poveda e Ygor Catatau. Na etapa final, o Sport chegou a ameaçar uma reação, aos cinco minutos, mas a Bolívia não se intimidou e marcou outras duas vezes. Poveda fez o terceiro de pênalti e Rafael Costa fechou a contagem com um disparo de fora da área.

O JOGO 

O Sampaio tomou conta das ações do primeiro tempo desde os primeiros movimentos. Aos cinco minutos, Pimentinha tramou pela esquerda e cruzou na medida para Poveda abrir o placar de cabeça.

O Sport não esboçou reação, e a Bolívia seguia controlando o confronto, sem forçar muito o ritmo. André Luiz quase aumenta o marcador em arremate de fora da área, mas a bola raspou o travessão.

Aos 36 minutos, a equipe Tricolor definiu o resultado da etapa inicial. Rafael Vila cobrou o escanteio e Ygor Catatau subiu mais do que a defesa do Sport para marcar o segundo gol da Bolívia no Castelão. Cabeçada indefensável.

O Sport retornou com as linhas mais avançadas, mas o Sampaio que quase marca o terceiro em lance de contra-ataque, que resultou em finalização de Ferreira por cima do travessão.

Em falta cobrada na lateral esquerda, os visitantes conseguiram diminuir após desvio de cabeça, aos cinco minutos.

O Sampaio tentou dar a resposta rápida, e Catatau quase aumenta após cobrança de escanteio. A cabeçada passou perigosamente perto do gol.

Sem se afetar com o entusiasmo do Sport, o Sampaio se mantinha sólido em campo, e armou a armadilha para matar o jogo. Mateusinho puxou o contra-ataque, tabelou com Poveda e foi derrubado dentro da área. Penalidade marcada, cobrada pelo artilheiro Poveda, que não desperdiçou.

O terceiro gol da Bolívia jogou o Sport totalmente nas cordas, e o time pernambucano só torceu para a partida chegar ao fim, mas ainda viu Rafael Costa marcar o quarto gol, com uma batida de fora da área, e fechar a conta no Castelão.

A Bolívia Querida volta a campo na próxima sexta-feira para enfrentar o Tombense, às 21h30, no Estádio Soares de Azevedo.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!