BABADO DA SEMANA

Segundo a PF, agiota Pacovan extorquía o prefeito de Ribamar

Ameaçado, prefeito Eudes Sampaio teve que denunciar o crime à Polícia Federal

O agiota Josival Cavalcante da Silva, conhecido no mundo do crime como “Pacovan” , foi preso nesta quinta-feira (3) durante a operação denominada “ÁGIL FINAL”, deflagra pela Polícia Federal. Pacovan teve a prisão preventiva decretada pelo juiz da 1ª Vara Criminal por crime de extorsão praticado contra o prefeito Eudes Sampaio, da cidade de São José de Ribamar.

Além  de “Pacovan”, outras 2 pessoas também foram presas acusadas de envolvimento no crime. A Polícia  Federal cumpriu também sete mandados de busca e apreensão nas cidades de São Luís,  São José de Ribamar,  Itapecuru Mirim e Pindaré Mirim.

Os acusados cobravam pagamentos no valor de até 30% dos recursos federais recebidos pela prefeitura.  Eles alegavam que tinham direito a esses valores em função de terem supostamente influenciado na liberação  dos recursos.

O caso foi denunciado a Procuradoria da República pelo próprio prefeito que vinha recebendo ameaças e teve até a sua casa invadida pelos criminosos. A justiça também determinou a quebra do sigilo telefônico dos  acusados.

A polícia suspeita que na verdade o agiota estava buscando receber o dinheiro que emprestou para a campanha de Eudes Sampaio. “Pacovan” é velho conhecido da polícia e já responde a outros processos pelo fato de emprestar dinheiro a gestores públicos que pagam a dívida com recursos das prefeituras.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo