NOTÍCIAS

Troca troca: Brandão deve ser emprestado pelo PSDB ao PSB

A troca deve acontecer simplesmente para tentar buscar apoio do PT

A eleição de outubro deste ano no Maranhão parece um campeonato de futebol. Faltando aproximadamente 10 meses para o pleito, criou-se um tal mercado partidário, onde um político sai de um partido para se filiar em outro, apenas para buscar apoio de outra sigla, mesmo não sendo de mesma ideologia.

No Maranhão não é diferente, principalmente após Lula decretar que não apoia o PSDB, que hoje tem como pré-candidato, o vice-governador Carlos Brandão, com apoio pessoal de Flávio Dino. Para tentar buscar apoio de Lula, Dino quer levar o tucano por empréstimo para o PSB, partido pelo qual o atual governador do Maranhão está filiado.

Só que mesmo o vice-governador e pré-candidato ao governo, Carlos Brandão se filie ao PSB, o eterno tucano maranhense ficará comandando o PSDB por baixo das cortinas, colocando como laranja, o ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, como presidente da sigla de João Dória no Maranhão.

É como se um jogador do Sampaio deixasse o time boliviano e fosse para o Moto, mas não pudesse jogar contra seu ex-clube. É uma tática vista apenas no mercado da bola, mas no Maranhão a estratégia está sendo usada na política partidária, simplesmente para angariar apoios. O povo precisa saber dessas macacadas pelos bastidores da política.

Essa macacada já havia sido feita pelo Palácio dos Leões em 2020, quando filiaram o comunista Duarte Jr ao PRB para concorrer a prefeitura de São Luís, que depois deixou a sigla Republica para ingressa no PSB junto com Flávio Dino.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!