TURISMO

Turismo de Alcântara tem o maior acervo natural e arquitetônico do Maranhão

Perto da capital maranhense, Alcântara é hoje considerada a cidade espacial do Brasil

O município de Alcântara, localizado do outro lado da baía de São Marcos, de frente para a capital, São Luís, é formada por belezas inigualáveis. Conhecida como a “cidade que parou no tempo”, encanta visitantes com suas ruínas, casarões antigos e belas praias paradisíacas. É uma cidade pacata, ótima para quem quer descansar e contemplar belezas naturais. E o melhor: gastando pouco, comparado com outros pontos turísticos do Estado. 

Confira nossa sugestão rápida de roteiro para um final de semana especial, curtindo as belezas do Maranhão, na cidade mais espacial do Brasil.

1. Como chegar

Uma das maneiras mais fáceis e rápidas de chegar em Alcântara, é através do mar. De catamarã ou lancha, você pode sair diretamente da Rampa Campos Melo, próximo ao Palácio dos Leões, na Praia Grande. Outra opção é ir de ferry-boat, saindo do Proto Ponta Madeira, no Itaqui, para o Porto do Cujupe, povoado de Alcântara. Para quem vai de ferry, é necessário pegar uma van para chegar de fato na cidade.

Catamarã
Valor: R$ 15,00
Contato: (98) 99188-6036 (Catamarã Luzitana)
Confira a tabela de horários aqui

Ferry-Boat
Valores: R$ 12,00 por pessoa | R$ 77,00 carro de passeio (incluindo o motorista)
Contatos: (98) 3232-7259 (Serviporto) | (98) 3222-8926 (Internacional Marítima)
Confira a tabela de horários aqui

2. Hospedagem

Entre algumas opções de hospedagem, selecionamos dois locais que chamam atenção pela simplicidade e beleza. A Pousada Guarás é estilo chalé. Perto da Praia de Ipatinga, fica a 1km do centro da cidade.

Pousada Guarás
Rua Baronesa, s/n, Alcântara, Maranhão
Valores para Chalés: R$ 120,00 duplo, R$ 140,00 triplo e R$ 80,00 individual (café da manhã incluso)
Contato: (98) 3337-1339

Outra opção é a Pousada Tijupá. O hóspede pode reservar quarto, armar sua barraca de camping ou dormir em rede disponibilizada pela pousada. Uma boa alternativa para quem gosta de improvisos e aventuras.

Pousada Tijupá
Rua de Baixo, nº 5, Alcântara, Maranhão
Valores dos Quartos: R$ 45,00 por pessoa (café da manhã incluso)
Camping: R$ 25,00 reais por pessoa (café da manhã incluso)

Mas se o turista quer logo guardar as bagagens, a opção é a Pousada do Jacaré. Além de quartos com ar, possui um redário que encanta quem chega por lá.

Pousada Jacaré

Rua do Porto do Jacaré, s/n, de frente para a rampa onde atracam e desembarcam os turístas.

Valores dos Quartos: a partir de R$ 30,00 por pessoa (com café da manhã incluso)


3. O que fazer?

Andar, andar e andar. Explorar as ruas de Alcântara é agradável e surpreendente. Monumentos históricos, arquitetura original e belas paisagens encantam qualquer turista. As ruínas da Igreja de São Matias (século XVII) e o Pelourinho não podem deixar de ser visitados.

Outras atrações imperdíveis são as praias de Ipatinga, da Baronesa, Mamuna e Ilha do Livramento. Lugares com belezas imensuráveis, e ainda, pouco explorados.

4. O que comer?

Sugerimos um bom peixe ao molho de camarão, na Pousada dos Guarás. O prato fica em torno de R$ 70 e serve duas pessoas. Outra boa pedida é experimentar o tradicional doce maranhense, doce de espécie. Deliciosa guloseima feita à base de coco. Andando pela cidade, é possível encontrar o doce em diversos locais.

Para os amantes de licor, o de Jenipapo é incrível e um verdadeiro sucesso na Festa do Divino, que acontece todos os anos em Alcântara. Por fim, vale a pena passar no Sítio Tijupá para provar a saborosa torta de camarão e outros pratos da gastronomia regional.

Conheça a Festa do Divino Espírito Santo

5. Festejo do Divino Espírito Santo

Alcântara tem uma expressiva festa em homenagem ao Divino Espírito Santo. Cortejos e rituais ricos em arte, roupas, canto, dança e culinária que fazem da comemoração uma experiência de resistência e força da comunidade.

Criados pelos colonos açorianos e seus descendentes, os festejos em Alcântara reproduzem costumes da corte imperial, representada por crianças e jovens, entre 4 e 14 anos. Uso de trajes da corte, de imperadores e mordomos, representa o passado. Coroa, tiaras e cetro ilustram a história contada pelos moradores de forma tão real. Em 2018 a festa será realizada de 09 a 20 de maio, na cidade histórica.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close