BABADO DA SEMANA

Uber vai lucrar em cima taxa de cancelamento

Valor será calculado com base no tempo e na distância percorrida pelo motorista até suspensão feita pelo cliente

A empresa  Uber  anunciou nesta terça-feira, dia 16, uma mudança na cobrança da taxa de cancelamento  de corridas. Segundo a empresa, o valor cobrado agora será calculado com base no tempo e na distância percorrida pelo motorista desde a solicitação da viagem até o momento da suspensão feita pelo cliente. Além disso, o  prazo para o passageiro cancelar a viagem , sem que haja qualquer cobrança, foi reduzido de cinco para dois minutos . As alterações já estão em vigor.

Até segunda-feira, dia 15, o valor da taxa era fixo: R$ 7. Agora, no ato do cancelamento, segundo a empresa, o usuário será informado do valor extra a ser cobrado pela suspensão da viagem. Essa informação será dada antes do pedido de confirmação do cancelamento.

Aquisição milionária: Cofundador do Uber paga US$ 72 milhões por mansão em Beverly Hills

Haverá, no entanto, limites mínimo e máximo de cobrança, de acordo com o serviço utilizado.

Se o motorista cancelar a viagem, depois de esperar o passageiro no local de embarque por cinco minutos, também será cobrada a taxa de cancelamento do usuário, para reembolsar o tempo perdido pelo condutor.

Testamos: O 5G na Coreia do Sul e ele está em toda a parte. Avisa até que é hora de trocar a fralda do bebê

A empresa não informa ao usuário, no entanto, se haverá alguma penalidade aplicada ao motorista que cancelar a viagem ou desviar do caminho, para obrigar o passageiro a suspender a corrida.

Caso discorde da taxa, o usuário poderá utilizar o  link  para pedir ajuda.

Para verificar se houve cobrança por cancelamento, o usuário deve:

– Clicar no ícone de menu e depois em “Suas viagens”

– Selecionar “Anteriores” e selecionar a viagem cancelada

– Clicar em “Recibo”

– Se houve cobrança da taxa de cancelamento, esta vai aparecer no recibo

– Do contrário, o preço da viagem vai ser informado como “0”

Por O Globo

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo