BEQUIMÃO

7ª Semana do Bebê Quilombola é aberta em Bequimão-MA

A abertura da VII Semana do Bebê Quilombola aconteceu no quilombo Juraraitá, zona rural de Bequimão

Juraraitá sediou, na segunda-feira (25), a abertura da VII Semana do Bebê Quilombola, com o tema “Todos pela primeira infância”. A mobilização social é uma iniciativa pioneira do prefeito Zé Martins para garantir o desenvolvimento integral de crianças de até seis anos, nascidas nas comunidades quilombolas do município.

A cerimônia contou com palestras, apresentação da programação e manifestações culturais de raiz africana. Houve também a apresentação dos estudantes do Quilombo Juraraitá e a leitura da carta de Bequimão feita pela adolescente Maria Izabel do Selo UNICEF.

Partiparam da solenidade o prefeito Zé Martins; o vice-prefeito, Sidney Pereira; o superintendente da Fundação Palmares, Alan Ramalho; e a professora Claudete Ribeiro, representando a Fundação Josué Montello e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), no Maranhão.

Também estiveram presentes no evento o coordenador de quilombo da Secretaria de Estado de Igualdade Racial (SEIR), representando o secretário Gerson Pinheiro; o secretário de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Rodrigo Martins; a presidente da Sociedade Maranhense de Pedriatria, Dra. Marineia Vale; representantes do Movimento Quilombola de Bequimão (MOQBEQ), lideranças quilombolas; secretários e vereadores.

Serão seis dias de ações voltadas para a educação, esporte, saúde e cultura, com oficinas sobre contação de histórias, cuidados na primeira infância, diálogos sobre cultura, cinema nas comunidades, amamentação e alimentação na primeira infância, dicas de prevenção à gravidez, acidentes na primeira infância, imunização, torneio de futebol infantil, rodas de conversas e outras atividades com foco na preservação da cultura quilombola.

Imagens: Welington Cardoso

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo