LUTO

Advogado Mozart Baldez morre da Covid-19

Bolsonarista de carteirinha, Mozart também defendia as loucuras de Bolsonaro e atacava imprensa

Na manhã desta quarta-feira (12), o advogado Mozart Baldez, um dos operadores do direito mais inteligentes que vi na minha vida, acabou perdendo a guerra para a Covid-19 e morreu. Mozart  era bolsonarista de carteirinha, defendia as loucuras de Bolsonaro, assim como atacava a imprensa. Um homem culto, vencido pelo discurso de ser arrogante.

Candidato a presidência da OAB/MA em 2018, Mozart Baldez durante muitos anos esteve como articulista do JP Turismo, onde assinava a coluna “Data Vania”. Ao longo de sua vida foi um ferrenho defensor da cultura popular maranhense, tendo sido presidente da Casa do Maranhão, em Brasília-DF onde muito contribuiu para o fomento da arte maranhense na capital federal.

Mozart Costa Baldez Filho, tinha 63 anos, natural de São Luís-MA, nasceu no bairro Maracanã, na zona rural e cresceu no Apeadouro, ambos em São Luís. Era formado em Direito pela Universidade do Ceub – UNICEUB, em Brasília-DF.

Infelizmente mais um brasileiro perdeu a vida para o maior inimigo da humanidade, que já fez mais de 425 mil vítimas fatais no Brasil e milhões no mundo inteiro. O G7 se solidariza com familiares, parentes e amigos pela grande perda. Mozart deixa uma lacuna nos debates e principalmente no direito, onde operava com maestria.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo