ELEIÇÕES

Após matéria no Portal G7, Ministério Público Eleitoral aciona Robson Cheira

Candidato Robson Cheira omitiu bens e pode ter registro de candidatura indeferido, em ação proposta pelo Ministério Público

Após matéria veiculada aqui no Portal G7, o candidato a prefeito de Bequimão, Robson Cheira (PL), vai ter que se explicar ao Ministério Público Eleitoral porque omitiu seus bens em seu Requerimento do Registro de Candidatura (RCC) à Justiça Eleitoral. Segundo o Ministério Público Eleitoral (MPE), o candidato do Partido Liberal (PL) de Bequimão, não declarou dois bens de sua propriedade: um veículo GM/CHEVROLET D20, de placa KFR9971, e uma motocicleta YAMAHA/NEO AT115, placa HQE7226.

“Em que pese o MPE se manifestar pelo deferimento do RRC em parecer anterior, verificou-se posteriormente que o candidato, que declarou não possuir bens, omitiu bens de sua propriedade (GM/CHEVROLET D20, placa KFR9971 e YAMAHA/NEO AT115, placa HQE7226) como verificado nos documentos e reportagem em anexo, ao que necessária a intimação do candidato para que, no prazo de 3 dias, promova a adequação do pedido as exigências normativas, sob pena de indeferimento do pleito”, narra o órgão fiscalizador no pedido.

O Ministério Público Eleitoral se manifestou pela intimação do candidato, para que corrija as irregularidades. “Na hipótese de persistência da situação descrita, ou seja, de inércia por parte do Interessado, e atento a celeridade dos feitos eleitorais, esta Promotoria de Justiça Eleitoral de logo se manifesta pelo indeferimento do pedido de candidatura formulado”, concluiu a promotora Raquel Madeira Reis, no pedido à Justiça.

Além dos bens enumerados pelo Ministério Público, é de conhecimento geral em Bequimão que o candidato possui diversos imóveis e veículos, um patrimônio incompatível com a profissão oficial dele. Por isso, causou estranhamento em toda a população quando o pedido de candidatura foi acompanhado de uma declaração sem bens, como se nada pertencesse a ele. O MP deu importante passo ao chamar o candidato para adequar seu requerimento, mas uma investigação a fundo sobre o resto do patrimônio dele ainda precisa ser feita.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo