SÃO LUÍS

Barco fica encalhado ao se aproximar de São Luís

O caso aconteceu na tarde deste domingo (30) quando chegava da cidade de Alcântara-MA

Até parece que a bruxa está solta dentro das embarcações que atravessam a baía de São Marcos. Nos últimos dias os ferry boats foram as principais manchetes dos Portais de Notícias do Maranhão. Mas na tarde deste domingo (30) foi a vez dos passageiros do Barco Iate Barraqueiro que saiu da cidade de Alcântara por volta do meio dia com destino à capital maranhense, mas não conseguiu chegar antes da maré secar e ficou encalhado em frente ao bairro Ilhinha por volta das 13h20. Talvez o barco tenha saído atrasado do porto do Jacaré.

De acordo com uma passageira, o responsável pela embarcação foi procurada e disse que o dono do barco havia pedido resgate de umas canoas, mas uma das canoas chegou com problemas e não conseguiu resgatar os passageiros. A segunda canoa, segundo a passageira, chegou a maré já havia deixado a Rampa Campos Melo e não conseguiu resgatar os passageiros. O corpo de bombeiros foi acionado, mas o Jet Ski levado também estava com problemas. Os passageiros resolveram deixar o barco caminhar pela lama até chegar ao bairro São Francisco.

De acordo com a passageira, a professora Maria do Carmo, conhecida como Carminha, acabou ficando com a roupa toda suja de lama. De acordo com a passageira, no barco havia crianças de braço, idosos e dezenas de passageiros. Segundo a passageira, o dono barco não foi encontrado e alguns passageiros vão solicitar o ressarcimento do dinheiro da passagem. As imagens mostram os passageiros caminhando pela lama no sol escaldante.

O Portal G7 tentou contato com algum responsável do Barco Barraqueiro, através dos números (98) 99119-5288 e (98) 98241-8760 (números que estão no canhoto da passagem), mas em nenhum desses números foi possível falar com algum responsável pela embarcação. O Portal G7 aguarda algum parecer por parte do dono.

Fotos: Reprodução

 

ARTIGOS RELACIONADOS

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu estava nesse barco. Somos sabedores da diversidade da natureza, mas a humanidade já possui informações sobre as variações das marés e se está propício para viagens ou não.. Ele afirmou que decidimos descer do barco .. Não foi assim.. tenho itens de sobra para comprovar a veracidade dos acontecimentos…Nunca me senti tão humilhada..Passando sede, fome, andando naquela lama e barco furado onde tínhamos que secar o barco com um vasilhame..Fui a cidade a trabalho e ao retornar passo por esse constrangimento… Alcântara é linda,iria retornar a cidade a passeio..mas depois dessa situação..acaba com o lado psicológico da pessoa!!!

  2. Eu estava no barco com meu marido que estava impossibilitado de sair na lama por conta de uma lesão que teve no pé, então agente e mais 5 passageiros incluindo uma idosa e uma criança tivemos que permanece no barco até às 19:30 da noite no barco e não tivemos ao sequer um pedido de desculpas pelo ocorrido e nenhuma explicação dos responsáveis da embarcação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close