LEGISLATIVO

Câmara de São Luís convoca secretário Joel Júnior para explicar caos na saúde pública

O requerimento aprovado na Câmara Municipal é de autoria do vereador Umbelino Júnior (PL)

O caos na saúde pública de São Luís chama atenção de parlamentares ludovicenses na gestão do prefeito Eduardo Braide. Para tentar descobrir os motivos que levaram os Hospitais e Centros de Saúde da rede municipal ao caos, o secretário Joel Júnior vai ter que comparecer ao Plenário Simão Estácio da Silveira perante aos 31 vereadores.

Requerimento do vereador Umbelino Junior (PL), apresentado em sessão da Câmara Municipal de São Luís, solicitado a convocação do secretário municipal de Saúde, Joel Nunes foi aprovado no plenário. O objetivo do pedido é tratar sobre problemas do setor, debater soluções e ouvir os argumentos do gestor sobre o caos. O pedido do parlamentar foi aprovado pelos colegas da casa legislativa e aguarda definição de datas para a audiência.

No documento, o vereador explica que aguarda do titular da Saúde municipal a prestação de esclarecimentos relacionados à sua pasta. O parlamentar lista uma série de situações, que, em sua avaliação, precisam ser prontamente esclarecidas ao parlamento e também, aos usuários do sistema municipal de saúde.

O documento destaca situações envolvendo as condições estruturais e de atendimento das Unidades Básicas de Saúde (UBS), do município. O vereador cita as UBSs dos bairros Liberdade, Barreto e também da zona rural. Segundo o requerimento, na UBS do Barreto as condições de estrutura para atender à população estão precárias. Na Liberdade, a logística dos postos com agendamento semanal tem impossibilitado o acesso da comunidade que precisa de atendimento diário.

Umbelino também cita que há falta de medicamentos básicos nas unidades de saúde na zona urbana e, principalmente, na zona rural. O parlamentar aponta ainda, a falta de transporte aos servidores para realizar visitas domiciliares e a ampliação das Equipes de Saúde da Família (ESF), sem estrutura mínima de trabalho. “São situações que precisamos discutir, ouvir a palavra do gestor da pasta e prestar os devidos esclarecimentos à população”, frisou Umbelino Junior.

Desde que assumiu a gestão da Secretaria Municipal de Saúde, Joel Júnior tem se mostrado incapaz para gerenciar uma das pastas mais importantes, mas mesmo assim, não tem coragem para pedir demissão. Joel já chegou a pedir máscaras ao empresário Edinho Lobão, que teria doado 20 mil unidades. Falta gestão e sobra incompetência.
Segundo fontes, Joel Júnior é uma indicação da esposa de Eduardo Braide, Graziela Braide e por isso ainda esta sendo mantido no cargo. No hospital da criança, as reclamações e denúncias são constantes. E Braide não dá um pio sobre o assunto, apenas enviam nota, achando que o povo é besta.
Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo