NOTÍCIAS

Câmara vota proibição de despejo durante pandemia

Quem mora de aluguel ou trabalha em ponto comercial alugado, não vai poder ser despejado na pandemia

Os deputados devem votar nesta quinta-feira (14) projeto de lei que cria um regime jurídico especial durante o período de calamidade pública (PL 1179/2020). A proposta muda temporariamente regras sobre contratos, direito de família e relações de consumo.

O texto impede a concessão de liminares para despejo de inquilinos por atraso no pagamento de aluguel e estipula prisão domiciliar para os devedores de pensão alimentícia. Outros destaques são a concessão de poderes para os síndicos suspenderem o uso de áreas comuns e o limite a 15% do repasse de motoristas de táxi e de aplicativo e de entregadores às empresas. A matéria foi aprovada pelo Senado no início de abril.

Veja abaixo outros pontos do projeto:

  • Suspensão da possibilidade de desistência na compra de produtos perecíveis ou de consumo imediato e medicamentos entregues por delivery;
  • Poderes emergenciais para que os síndicos de condomínios possam restringir o uso de áreas comuns; limitar ou proibir reuniões, festas e uso de estacionamentos para evitar a disseminação do coronavírus; e autorização para que as assembleias ocorram por meio virtual;
  • Suspensão da contagem de tempo para usucapião, a partir da vigência da lei;
  • Permissão de que dividendos e outros proventos sejam declarados, durante o exercício social de 2020 pelo Conselho de Administração ou, se não houver, pela Diretoria;
  • Ampliação, para 1º de janeiro de 2021, do prazo para que passem a valer artigos da Lei Geral de Proteção de Dados.

Máscara

Também estão na pauta da Câmara o projeto que obriga o uso de máscaras de proteção para circulação pública em todo o território nacional (PL 1562/2020) e o que incentiva empresas a doarem alimentos e refeições excedentes para pessoas em vulnerabilidade ou sob risco alimentar ou nutricional (PL 1194/2020).

Por Congresso em Foco

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo