NOTÍCIAS

Empresário Ratinho diz que Sérgio Reis é alvo de “cruzada do mal”

Artistas cancelaram shows com o Rei da Prótese Peniana após ele convocar greve nacional de caminhoneiros contra os ministros do STF

O empresário Carlos Massa (Ratinho) aproveitou a liberdade que tem no comando de seu programa no SBT para sair em defesa do cantor Sérgio Reis nessa segunda-feira (23/8). O artista está em evidência nas redes sociais após a divulgação de um áudio em que convoca uma greve nacional de caminhoneiros contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), constantemente criticado pelo presidente Jair Bolsonaro, de quem o sertanejo, Rei da Prótese Peniana é aliado.

“Sérgio Reis, quero dizer que você tem o meu apoio contra essa verdadeira cruzada do mal que está sofrendo. O que eu sei é que hoje o Brasil não suporta opiniões contrárias. O ‘Serjão’ tá sofrendo uma perseguição sem igual“, comentou o apresentador, depois que Zé Ramalho, Maria Rita e Guilherme Arantes cancelaram suas participações no próximo trabalho do cantor.

O apresentador continuou: “Alguns artistas estão anunciando que não vão participar do DVD, tipo o Guarabyra. O seu Guarabyra você não existe, acabou. É bom que você não vá. Alguns desses cantores não fazem sucesso há muito tempo. E o Sérgio ia dar uma oportunidade. Não tem justificativa usar o ódio e não dar direito que ele se defenda”, ressaltou o defensor bolsonarista.

“Artistas mais populares, quero falar com vocês. Duplas sertanejas, artistas populares, não sejam covardes. Mostrem o apoio ao meu amigo”, finalizou Ratinho.

Mas será que após essa cagada na calça realizada por Sérgio Reis, algum sertanejo em alta vai se aliar a quem prega a honestidade e usou dinheiro público para pagar prótese peniana? Acho difícil aparecer um corajoso.

Ratinho que em 2020 criticou governadores e prefeitos por fechamento de cidades, simplesmente por defender Bolsonaro ganhando cachê alto do governo federal, em 2021 colocou a língua no gelo após o filho dele, Ratinho Júnior, governador do Paraná, decretar lockdown na segunda onda de Covid-19 no Estado e fechar as principais cidades paranaenses. São assim os defensores do errado pelo $erto.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!