POLÍTICA

Evangélicos pulam fora da campanha após possível traição de Lahesio a Bolsonaro

Mesmo confessando que é bolsonarista, Lahésio Bonfim pula fora quando é questionado sobre apoio a Bolsonaro no Maranhão

Caiu como uma bomba no meio evangélico a declaração de Lahesio Bonfim de que não vai mais pedir votos para o presidente Jair Bolsonaro nestas eleições. A declaração ainda repercute bastante entre praticamente todas as denominações evangélicas, que consideram o recuo uma traição de Lahesio.

Um pastor que preferiu não se identificar disse que Lahesio está demonstrando falta de firmeza e de compromisso com os conservadores maranhenses. “Nós abraçamos a candidatura dele porque ele sempre disse que era de direita, era conservador, e que apoiava nosso projeto em defesa de Deus e da família, mas ele está sinalizando pro lulismo e assim nós estamos retirando nosso apoio”, concluiu o líder evangélico.

Lahesio disse que não vai pedir voto pra nenhum candidato a presidente em sua campanha durante recente entrevista à TV Mirante. Isso soou como um alerta entre os evangélicos que passaram a desconfiar das reais intenções do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes-MA. “Em Levítico, versículo 19, está escrito: não furtareis, nem mentireis, nem usareis de falsidade cada um com o seu próximo”, lembrou o pastor.

A pecha de mentiroso se revela a cada dia com mais clareza em torno dos discursos de Lahesio Bonfim. Recentemente ele disse em um comício que em alguns dias não tinha dinheiro nem pra comer nesta campanha, quando na verdade foi revelado que o ex-prefeito, além de médico e fazendeiro, é dono de posto de gasolina e viaja de jatinho fazendo campanha pelo interior do estado.

Literalmente a casa caiu!

Mostre mais

Artigos Relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!