SÉRIE D

Ferroviário-CE está na final da Série D

Mesmo com a derrota para Zequinha Gaúcho por 2 x 1, o Ferrão está na final

O Ferroviário-CE está na final da Série D do Campeonato Brasileiro. Jogando no estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre (RS), o time de Marcelo Vilar garantiu a classificação mesmo com a derrota por 2 a 1 para o São José-RS. Isso porque tinha vencido o primeiro jogo no Ceará por 3 a 1 e passou pelo saldo de gols. Com o resultado, o clube aguarda o vencedor de Imperatriz-MA e Treze-PB para saber o adversário da grande decisão. Eles se enfrentam na segunda-feira, às 21h no estádio Amigão em Campina Grande. O time maranhense venceu o primeiro jogo por 1 a 0.

Marcelo Vilar já sabe que não vai poder contar com seus dois zagueiros. André Lima e Luís Fernando receberam o cartão vermelho na reta final do segundo tempo e são desfalques certos para a final. Em jogo eletrizante, o São José conseguiu abrir 2 a 1 ainda no primeiro tempo e parecia que iria avançar, mas caiu de rendimento na etapa final e deixou a desejar.

Independente do adversário, o Ferroviário-CE já sabe que fará o segundo jogo da final fora de casa – o mando de campo é definido por campanha, somando os pontos de todas as fases. O primeiro jogo está marcado para o próximo domingo, dia 29.

ELETRIZANTE

O jogo começou eletrizante em Porto Alegre. Com apenas três minutos o São José cobrou um lateral direto para a grande área. Kelvin recebeu, levantou a cabeça e cruzou na medida para Matheusinho, que apenas escorou para o fundo das redes. Como precisava do resultado para seguir na competição, o clube comemorou muito o resultado logo no início da partida. Mas a vantagem gaúcha não durou muito tempo.

Com 10 minutos, Janeudou achou um belo lançamento para Edson Cariús. O atacante dominou dentro da área, cortou Bruno Jesus e finalizou firme para o fundo das redes, decretando o empate do Ferroviário. Ainda no primeiro tempo, com 28 minutos, o São José acertou uma cobrança de escanteio pela esquerda e, no bate e rebate, a bola sobrou para Karl, que dominou com liberdade e estufou as redes para o time da casa.

A vitória parcial animava a torcida do São José, mas ainda não era o suficiente para evitar a eliminação do clube. Com 18 minutos do segundo tempo, Kelvin apareceu sem marcação e deixou com Márcio Jonatan, que tinha condição de marcar o terceiro do clube, mas a arbitragem assinalou a posição de impedimento. Segurando o resultado, o Ferroviário se fechou e não deu mais espaço para o time gaúcho, que tinha dificuldade para trabalhar.

ESFRIOU

Toda a emoção que sobrou no início do jogo faltou para o segundo tempo. O São José tinha muita dificuldade para transpor a marcação do adversário e não encontrava recursos para tentar surpreender. Do outro lado, o Ferroviário gastava o relógio, trocava passes sem objetividade. Com 42 minutos, Janderson recebeu em boa condição, mas acabou caindo na grande área no primeiro choque com a marcação. O árbitro marcou simulação.

Em seguida, aos 46, o zagueiro André Lima tentou retardar a cobrança de falta e acabou recebendo o segundo cartão amarelo, que lhe tirou da partida. Depois, com 49, já nos acréscimos, Luís Fernando seguiu o mesmo caminho do companheiro e também recebeu cartão vermelho. Ao final da partida houve um principio de confusão, mas que rapidamente foi controlada pelos próprios jogadores.

FICHA TÉCNICA DO JOGO

São José-RS

Fábio; Márcio Lima, Bruno Jesus, Rafael Goiano e Xaro (Cristian); Matheuzinho, Karl (Anderson Canhoto), Alexandre e Felipe Guedes; Márcio Jonatan (Janderson) e Kelvin.

Técnico: Rafael Jaques

Ferroviário-CE

Gleibson; Lucas Mendes, Luís Fernando, André Lima e Sávio; Mazinho, Leanderson (Rafael Guedes e depois Rafael Simplício), Gleidson e Janeudo; Valdeci (Esquerdinha) e Edson Cariús.
Técnico: Marcelo Vilar

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close