BABADO DA SEMANA

Ferry boat ficou à deriva na noite desta segunda-feira (25)

A embarcação iria fazer o percurso Cujupe/São Luís e teve um problema no leme na saída do Cujupe

Um ferry boat da empresa Servi Porto mais uma vez ficou à deriva na saída do Porto de Cujupe na noite desta segunda-feira (25), quando fazia a travessia Cujupe/São Luís. A denúncia foi feita através de vídeo pelo jornalista e vereador de Pinheiro, William Vieira. Segundo relatos do vereador pinheirense, a embarcação teria tido um problema no leve e não conseguiu seguir viagem.

Segundo o jornalista William Vieira, a embarcação teria aproximadamente 50 veículos a bordo, e após todo mundo embarcar, o comandante do ferry percebeu que ele não estava tendo o comando do leme da embarcação.

Após o leme não obedecer o comando, a embarcação começou a descer e ficou à deriva. O medo dos passageiros era que o ferry ficasse encalhado, já que a maré estava secando. Muitos donos de veículos começaram a reclamar, só que as pessoas que estavam no salão de passageiros, não estavam sabendo do problema, segundo o vereador de Pinheiro.

Segundo Willian Vieira, funcionários do ferry boat desceram para a sala de máquinas para tentar resolver o problema e só foi conseguir atracar a embarcação novamente, uma hora depois, por volta das 23h. De acordo com relato do vereador, o comandante pediu que os passageiros se retirassem da embarcação, e afirmou não o ferry não teria condições de seguir viagem, e todos os passageiros desceram da embarcação e ficaram no Terminal de Cujupe até 1h da manhã aguardando um ferry extra para levar os passageiro de Cujupe até o Porto da Espera em São Luís. Os passageiros chegaram em São Luís por volta das 3h da manhã desta terça-feira (26).

“Foi um momento difícil, muito complicado, porque temos embarcações velhas, sucateadas e sem manutenção e isso ai é uma tragédia anunciada. Você já pensou se isso acontecesse no meio da baía de São Marcos? Esse ferry boat ficasse sem controle? Não é a primeira vez que essa embarcação fica à deriva. Pra nossa sorte, isso aconteceu logo nas proximidades do porto de Cujupe, que ainda deu para a embarcação retornar depois de 1h”, descreveu o jornalista bastante indignado.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo