HOMICÍDIO

Festejo junino termina com 4 mortes no interior do MA

A tragédia aconteceu no município de São João do Sóter, interior do Maranhão.

A falta de policiais no interior do Maranhão mostra o aumento da violência nas pequenas cidades. No município de São João do Sóter, com apenas 17 mil habitantes, uma tragédia parou a cidade na madrugada deste sábado (30), no encerramento do Festejo Junino da cidade. Duas das três vítimas do arraial, eram faziam parte da administração pública municipal. Além desses que morreram a tiro no festejo, o irmão do assassino foi linchado por populares e morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caxias, com traumatismo craniano.

Entre as vítimas estavam o secretário municipal de Cultura da cidade, Cícero de Jesus Costa Rocha, de 44 anos, que era soldado reformado da Polícia Militar do Maranhão, e irmão do ex-prefeito do município, Clodomir Rocha; o vereador Antônio da Conceição Aguiar, conhecido na cidade como “Totonho”, do PTN, de 46 anos. A terceira vítima foi identificada como José Ferreira da Silva Júnior, conhecido como “Júnior do Naza”. Já o irmão do assassino, tentou dar fuga ao assassino, mas não conseguiu dar partida na moto, e foi linchado por populares, foi socorrido e levado para a UPA de Caxias, mas acabou morrendo com traumatismo craniano.  VEJAM UM VÍDEO COM FOTOS DAS VÍTIMAS DA TRAGÉDIA DE SÃO JOÃO DO SÓTER-MA.

O autor dos três assassinatos, que é morador da zona rural do município, conseguiu fugir para uma região de matagal, e a polícia está à procura do mesmo. Os motivos da tragédia serão investigados pela Polícia Civil, já que tudo aconteceu no final da festa e as mortes aconteceram de uma forma inesperada, após o assassino dar um tiro para cima, e tentar ser contido pelas vítimas.

As três primeiras vítimas foram mortas a tiros durante uma confusão na madrugada deste sábado (30), último dia de festejo junino na cidade, que fica a 413 km da capital maranhense, São Luís. Segundo as primeiras informações, o motivo do crime teria sido por causa de uma caixa de som,já que a festa deveria ter terminado às 2h, mas se estendeu até 4h da manhã. Houve uma briga e, uma das pessoas que estava na festa sacou uma arma de fogo e atirou contra as vítimas. Os três feridos foram socorridos, mas pela gravidade dos ferimentos, acabaram indo a óbito.

De acordo com informações de populares, Marlon, o assassino, seria pistoleiro (matador de aluguel) e foragido da Justiça. No local, ele fazia questão de exibir cerca de R$ 2 mil em cédulas de RS 100,00. A polícia ainda tenta localizá-lo.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo