NOTÍCIAS

Justiça diz que mulher e filhas de Queiroz receberam mais de R$ 2 milhões da Alerj

Se tudo for confirmado pela justiça carioca, Flávio Bolsonaro corre o risco de perder o mandato e ser preso

A mulher de Fabrício Queiroz, Márcia Aguiar, e as filhas Nathália e Evelyn, receberam, segundo a justiça, aproximadamente R$ 2,1 milhões em salários da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A grana daria para deixar a família Queiroz milionária, mas isso não reflete a atual situação do acusado.

Todas as filhas de Queiroz eram lotadas no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, que atualmente é senador da República pelo Rio de Janeiro.

De acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro, Márcia teve vencimentos de R$ 1,1 milhão, Nathália de R$ 774 mil e Evelyn de R$ 232 mil. No entanto, elas devolveram, segundo o MP, R$ 1,2 milhão a Queiroz como parte do esquema da “rachadinha”.

Segundo o Ministério Público, Márcia devolveu R$ 445 mil, Nathália R$ 663 mil e Evelyn R$ 128 mil.

Por Athos Moura (O GLOBO)

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!