NOTÍCIAS

Mical Damasceno: advogada do capeta

Deputada não teve vergonha de usar a tribuna da Assembleia para defender o presidiário Roberto Jefferson

A deputada Mical Damasceno ultimamente tem sido advogada do capeta e passou a defender aliados piores de Fernandinho Beira Mar e Marcola, quando se trata de criminosos. Para mostrar que é fiel ao PTB e ao presidente Jair Bolsonaro, tem defendido tantas lorotas, que envergonha a Igreja Assembleia de Deus e principalmente o Legislativo Estadual. Ela calada seria uma grande poetisa.

Em discurso na sessão plenária da última terça-feira (8), durante o Pequeno Expediente, Mical Damasceno (PTB), que é filha do pastor Pedro Aldi Damasceno, homem forte dentro da Igreja Assembleia de Deus no Maranhão, comparou a prisão do presidente de honra do seu partido, Roberto Jefferson, que já foi preso outras vezes por outros crimes, segundo a justiça, aos tempos da ditadura militar e atribuiu ao ex-deputado federal o título de “preso político”.  Ela sem saber do que fala, acabou criticando Jair Bolsonaro, que defende a ditadura militar.

De acordo com a parlamentar, Roberto Jefferson sofreu um golpe por parte da ex-presidente do PTB, Graciela Nienov. “Venho a esta tribuna repudiar veementemente as ações covardes da ex-presidente. Eu defendo, em alto e bom som, que a liberdade de Roberto Jefferson seja restabelecida na sua integridade, pois ele não cometeu nenhum crime”, disse Mical, mesmo sabendo que Roberto Jefferson é criminoso, segundo a justiça.

Para ela, Jefferson operou uma mudança ideológica no partido levantando a bandeira de Deus, família, pátria e liberdade. “A esse homem nós devemos muita coisa, porque ele tem feito justiça, defendido os valores éticos e os princípios cristãos”, finalizou Mical mostrando que valores éticos se defende cometendo crimes contra a Constituição, como fez Jefferson na internet.

De gente que defende famílias, valores éticos e princípios cristãos dessa forma, cemitério, cadeia e inferno estão cheios.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!