BEQUIMÃO

Mutirão de cirurgias oftalmológicas em Bequimão-MA

A Prefeitura de Bequimão promoveu um mutirão de cirurgias oftalmológicas no Hospital Lídia Martins

A gestão do prefeito Zé Martins segue ampliando a cobertura médica no município, com importantes ações de promoção da saúde. No último domingo (22), a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), em parceria com o Centro Avançado de Visão (CAV), promoveu um mutirão de cirurgias oftalmológicas, no Hospital Lídia Martins.

Durante o mutirão, foram realizadas 32 cirurgias gratuitas de pterígio e calázio, que consistem na retirada de tumores benignos da região conjuntiva e pálpebra, respectivamente. Os procedimentos são considerados pouco invasivos, uma vez que envolvem somente a superfície dos olhos, e não o interior do globo ocular.

Foram submetidos às cirurgias os pacientes que apresentaram o encaminhamento médico à equipe do mutirão. Além da indicação profissional, para ter acesso aos procedimentos, era necessário apresentar, também, o documento de identidade e o cartão do SUS.

“Este é um momento de extrema importância para a saúde do município, pois com essas parcerias estamos conseguindo ampliar a nossa cobertura, disponibilizando mais serviços para a nossa população. Ao trazer as cirurgias oftalmológicas para o Hospital Lídia Martins, estamos dando oportunidade para a nossa população enxergar melhor, sem precisar sair na nossa cidade”, destacou o secretário de Saúde, Sidney Bouéres.

Não é a primeira vez que a Semus firma parcerias para garantir a saúde dos olhos em Bequimão. Desde 2013, são realizados mutirões, mas as cirurgias eram feitas em São Luís. Há pouco menos de um mês, o Mutirão do Glaucoma, realizado em parceria com o Governo do Maranhão, fez mais de 120 atendimentos no Centro de Saúde Santo Antônio.

Na ocasião, 82 pacientes foram diagnosticados com a doença. Aqueles que precisaram de cirurgia foram encaminhados para São Luís, com suporte da Prefeitura de Bequimão para deslocamento, alimentação e medicamentos. Quem precisou de medicação já saiu da consulta com o colírio, fornecido gratuitamente a cada três meses, como forma de conter o avanço do glaucoma nos pacientes.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo