BABADO DA SEMANA

O babado da semana é a separação de um casal de políticos

Segundo as más línguas, o pivô dessa separação repentina teria sido uma "galhas" porretas

O babado desta semana é a separação de um casal de políticos, um prefeito de uma importante cidade do Maranhão e uma deputada que até o marqueteiro não aguentou-a durante 45 dias de campanha. O anúncio foi feito no último sábado, dia 11 de maio, véspera do Dia das Mães nas redes sociais.

Nem o prefeito e muito menos a parlamentar falou o motivo da separação. Mas nos bastidores, a rádio Peão FM já comenta-se que teria sido uma traição, e que foi melhor terminar logo antes que ficasse vergonhoso. Segundo as más línguas, o clima já não era o mesmo desde 2017, mas a deputada, que era apenas Primeira Dama, não estava mais satisfeita com a relação.

De acordo com as rodas de conversas, o prefeito estaria ‘traçando’ algumas comissionadas de sua gestão e a Primeira Dama já estaria na 10ª colocação na hierarquia. Outros dizem que além das “galhas”, o prefeito gosta muito de umas cachaças e de andar com amigos raparigando pela cidade. As informações são apenas de bastidores e por esse motivo a veracidade é de apenas 1%, já que o povo fala mais da conta.

Mas tem aqueles que são os “videntes” que comentam que o pivô da separação seria um jogador de futebol. A dúvida é: quem estaria namorando o jogador de futebol, o prefeito ou a deputada? O certo é que cachaça não combina com traição.

O povo gosta de falar da vida alheia, aumenta, mas nem sempre inventa. Só porque é um casal de políticos, não pode separar? Vai nessa! O casal não comentou os motivos e nem precisa comentar, já que não é da conta de seu NINGA e precisam preserva seus filhos. Vida que segue!

De acordo com a assessoria do prefeito, a separação foi amigável, de comum acordo e foi decidida há alguns meses. De acordo com o prefeito, a amizade e o respeito vão continuar, mesmo separados, já que foram construídos há anos. Já a deputada também confirmou através de sua assessoria que a separação foi em comum acordo, que vão continuar parceiros na política, mas em camas separadas. O casal tem dois filhos.

  • A informação da separação é verídica, mas os babados são fofocas de bastidores…e possuem um ‘cadinho’ de humor. Por esse motivo preservamos os nomes do casal. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close