POLÍTICA

Oito meses após se filiar ao PT, Felipe Camarão foi indicado por Flávio Dino para ser vice de Brandão

A indicação de Felipe Camarão para ser vice de Carlos Brandão, mostra aos petistas raiz que "os últimos serão os primeiros", segundo a bíblia

Petistas como Zé Inácio, Zé Carlos, Chico Gonçalves, Luís Henrique, Paulo Romão e tantos outros, foram colocados no banco de reservas  do time comandado por Flávio Dino, que escalou o pupilo Felipe Camarão para jogar com a camisa 13, mesmo sem treinar, diferente do que fizeram seus companheiros por anos dentro do Partido dos Trabalhadores (PT).

A chegada de Felipe Camarão ao PT por indicação de Flávio Dino, já cheirava alguma armação. Deixar o DEM para se filiar ao PT, algo não muito republicano poderia acontecer. Muitos já desconfiavam, menos os petistas, que lutam há anos dentro do partido.

Filiado em julho de 2021 com a promessa de ser candidato a deputado federal, Felipe Camarão, logo se lançou pré-candidato a governador, participou de algumas pesquisas, depois retirou sua pré-candidatura e ficou em silêncio, por ordem de Flávio Dino.

Mesmo assim, os petistas raiz citados acima, não acordaram para o golpe que viria mais tarde, alguns, inclusive Zé Inácio (deputado estadual de dois mandatos), chegou a achar que seria o escolhido para ser vice de Carlos Brandão, mas não imaginou que estaria sendo usado por Flávio Dino para engordar o boi do Rei.

Exatamente 8 meses depois de ser filiado ao PT, Felipe Camarão é o escolhido por Flávio Dino para ser o vice na chapa de Carlos Brandão, colocando pimenta malagueta no churrasco do Rei para petistas raiz não comerem, mostrando que não confia nos petistas que já estavam lá e que se bobear, os eleitos no partido serão de seu grupo de amigos, já que filiou Gastão Vieira e Rubens Júnior no Partido.

Assim como fez em 2010 ao apoiar Roseana Sarney por cargos no governo, o PT se humilha nos pés de Flávio Dino e ainda viu o agora ex-governador indicar um “desertor dentro do partido” pra vice-governador na chapa do agora governador Carlos Brandão.

Recém filiado e sem identificação com a legenda da estrela vermelha, Camarão foi mais um daqueles desconhecidos na política, que chegou com status de craque, e sem treinar já estreia em um clássico, vestindo a camisa 13. Um tapa na cara de petistas e de sua militância aguerrida.

Como bem disse o petista Paulo Romão, em suas redes sociais, 31 de março foi um dia de humilhação histórica para o PT/MA e sua militância. “Ninguém é o melhor menino para ele aqui, teve que trazer de fora e ajoelhar a todos para aceitar. Essa direção partidária se perdeu nos corredores do Palácio dos Leões, onde foi beijar a mão do seu senhor”, finalizou o petista raiz.

Na verdade, Paulo Romão, os petistas que se humilharam vestidos com a camisa do PT, foram vendados e achavam que iriam beijar a mão de Flávio Dino, mas como sempre fez com quem ele não gosta, Dino ficou os pés virados para cima e os petistas acabaram beijando seus pés. Mais uma humilhação aos petistas e ao PT após justamente 13 anos beijar os pês de Roseana Sarney.

Que o PT deixe de pensar como menino, mesmo já sendo um adulto. Já chega de passar vergonha na política do Maranhão. O que me parece, é que Brandão levou Camarão e pode levar a sigla, mas os petistas que ainda pensam, não vão com ele.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!