MARANHÃO

Othelino Neto é diplomado para o quarto mandato de deputado estadual

Presidente da Assembleia Legislativa vai em busca de mais uma mandato à frente do parlamento

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), foi diplomado para o quarto mandato de deputado estadual, durante cerimônia realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), neste sábado (17), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana. Acompanhado da sua esposa, Ana Paula Lobato (PSB), também diplomada primeira suplente de senador, o parlamentar disse que está com as energias renovadas e que continuará trabalhando pelo estado.

A solenidade foi conduzida pela presidente da Corte Eleitoral, desembargadora Ângela Salazar.

Reeleito com cerca de 85 mil votos, Othelino Neto ratificou o seu compromisso com os maranhenses. “Agradeço ao povo do Maranhão que me honrou com uma expressiva votação, o que reforça o nosso compromisso de continuar trabalhando ainda mais pelo nosso estado”, afirmou o chefe do Legislativo Estadual.

Além de Othelino, também foram diplomados o governador Carlos Brandão (PSB), o vice-governador Felipe Camarão (PT), o senador Flávio Dino, duas suplentes de senador, 18 deputados federais, 42 deputados estaduais e seus respectivos suplentes.

A primeira suplente de senador, Ana Paula Lobato, destacou a alegria do momento e reafirmou a sua disposição de trabalhar pelo povo do Maranhão. “Substituirei o senador Flávio Dino, quando ele assumir o Ministério da Justiça no governo Lula com a certeza de que faremos muito pelos mais necessitados e lutaremos por justiça social. O país voltará a sorrir”, disse.

O governador Carlos Brandão afirmou que a diplomação representa mais um momento importante da sua vida pública. “Significa a vitória da democracia e a continuidade dos avanços no nosso Maranhão”, completou.

Formalidades

O diploma, entregue pelo TRE/MA, certifica que os eleitos e reeleitos estão com o registro de candidatura deferido e que cumpriram todas as formalidades previstas na Constituição Federal, tornando-os aptos para a posse do seu mandato a partir de 1º de fevereiro de 2023.

Em seu discurso, a presidente do TRE/MA, desembargadora Ângela Salazar, destacou o trabalho da Corte Eleitoral nestas eleições que, segundo ela, foram desafiadoras. “Contudo, com a colaboração dos servidores, dos magistrados, dos membros do Ministério Público Eleitoral, força de segurança pública, candidatos, candidatas e partidos políticos, enfrentamos as ameaças à nossa democracia”, declarou.

Fonte – AGENCIA ASSEMBLEIA

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo