LEGISLATIVO

Paulo Victor forma maioria na Câmara e consolida favoritismo na disputa pela presidência

Ele conta com apoio de mais de metade do Legislativo. Dos quatro parlamentares do Podemos, partido do prefeito Braide, três apoiam o candidato

Um dia depois de garantir adesões dos vereadores Umbelino Júnior (PDT) e Francisco Chaguinhas (PODEMOS), o vereador Paulo Victor, 2º vice-presidente da Câmara de São Luís, deu uma espécie de xeque-mate e arrematou declarações de apoio dos vereadores Marcial Lima (PODEMOS), Astro de Ogum (PCdoB) e Aldir Júnior (PL), que antes seguia como pré-candidato à presidência da Casa.

Em vídeos publicados nas redes sociais, neste domingo (16), Paulo Victor demonstra que ampliou seus aliados, chegando a 17 votos – número suficiente para vencer a eleição da Casa Legislativa, que deve ocorrer na primeira quinzena de abril.

Primeiro a se manifestar, neste domingo, Aldir falou sobre seu posicionamento e destacou que a vida é feita de ciclos, afirmou que fez um pré-campanha limpa, mas que agora era hora de decidir seu voto na disputa.

“A vida é feita de ciclos. Contei com o apoio de vários amigos. Estou muito feliz por eles confiarem em mim, pela oportunidade de construir juntos uma pré-campanha muito limpa. E o que mais me deixa feliz é saber que a Câmara vai estar em boas mãos”, declarou.

O segundo a se manifestar foi o vereador Marcial Lima, líder da gestão municipal na Câmara. Em vídeo, compartilhado nas redes sociais, manifestou seu voto e revelou que dos quatro vereadores do Podemos – partido do prefeito Eduardo Braide, três já resolveram votar em Paulo Victor como presidente, além de outros parlamentares da base governista como o vice-líder do governo, vereador Edson Gaguinho (DEM).

“Vamos juntos por uma Câmara Municipal eclética e participativa. Uma Câmara Municipal também que possa abrir uma discussão rápida com relação aos seus servidores. Uma Câmara que possa recriar o mais rápido possível uma audiência pública nas comunidades. Por isso estamos com Paulo Victor para a Presidência da Casa”, afirmou.

Faltando 90 dias para o pleito, Paulo Victor se consolida como o candidato mais forte e torna o pleito irreversível. Além disso, protagoniza uma disputa inédita na Câmara, já que anteriormente o pleito ficava nos bastidores, e hoje toda a sociedade pode acompanhar.

Com estratégia e prudência, conseguiu fechar um grupo forte e alinhado, formado também pelos vereadores Thyago Freitas (DC), Andrey Monteiro (Republicanos), Antônio Garcez (PTC), Beto Castro (Avante), Coletivo Nós (PT), Concita Pinto (PCdoB), Domingos Paz (PODE), Fátima Araújo (PCdoB), Marquinhos (DEM) e Zeca Medeiros (Patriotas).

No decorrer da semana, pelo menos três vereadores já afirmaram que devem anunciar seus votos no candidato. É aguardar!

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!