ALCÂNTARA

Prefeito de Alcântara participa da cerimônia de posse do Novo Diretor do CLA

A cerimonia de passagem de comando contou com a participação da Agência Espacial Brasileira (AEB)

O prefeito de Alcântara, Padre William (PL), participou da Cerimônia Militar de Passagem do Cargo de Diretor, do Coronel Aviador Marcello Correia de Souza ao Coronel Engenheiro Fernando Benitez Leal no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). A solenidade foi presidida pelo Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, e contou com a presença do presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Moura e da coordenadora da Unidade Regional da AEB do Maranhão, Thaís Durans Abreu.

Em sua página na rede social, Padre William destacou o evento e agradeceu pela parceria com a gestão municipal. Estive presente na troca de Comando do Centro de Lançamento de Alcântara. Agradeço ao Coronel Correa pela parceria com a Gestão e desejo bênçãos de Deus em sua nova trajetória. Quero desejar boas vindas ao Coronel Fernando Benítez e que possamos construir novas parcerias para o progresso de Alcântara”, descreveu o prefeito de Alcântara.

 

“O Coronel Engenheiro Benitez é um profissional da mais alta qualificação. Com passagem meritória por reconhecidas instituições de ensino, como a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPACAR) e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), desenvolveu brilhante carreira como engenheiro de ensaios. Sua experiência profissional envolveu diversos sistemas aeronáuticos e de defesa, tanto no Brasil como no exterior, o que lhe permite, sem dúvida, enfrentar com visão sistêmica e pragmática os desafios do setor espacial”, disse Carlos Moura.

 

Ao longo de seu discurso de despedida, o Coronel Correia destacou os principais acontecimentos relacionados ao CLA em sua gestão, como a assinatura do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), aprovado pelo Congresso Nacional em 2019. “O CLA foi definido como o cerne do projeto do futuro Centro Espacial de Alcântara (CEA), para o qual precisávamos nos adaptar com brevidade. Muito foi feito, e, a despeito da pandemia do COVID-19, hoje estamos com toda a nossa capacidade operacional disponível, sem restrições”.

O Coronel Correia ressaltou, ainda, a entrega de títulos de propriedade a moradores das agrovilas de Alcântara, fato ocorrido em fevereiro de 2021, com a presença do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. Sobre o assunto, o Senhor Ribamar, membro da agrovila Só Assim, destacou a importância do trabalho realizado pelo CLA ao longo dos últimos anos. “Agradeço muito, pois o Centro tem sido muito participativo nas comunidades. Resido na minha comunidade há 35 anos, e espero que essa relação seja cada vez melhor. Fico muito feliz pelo compromisso do CLA conosco”.

“Em sua gestão, de 2020-2021, mesmo sob as severas limitações da crise sanitária, o Cel Corrêa investiu muito do seu tempo, energia e capacidade de mobilização para integrar as atividades espaciais com o cotidiano da comunidade alcantarense. São diversas as ações empreendidas na cidade e seu entorno. Um legado de confiança e respeito, de colaboração e esperanças que, seguramente, o Cel Benitez saberá aproveitar e desenvolver ainda mais” ressaltou Moura.

Sobre a futura gestão, o Coronel Benitez ressaltou que “o Centro estará se preparando, cada vez mais, para atender às demandas futuras, sejam elas militares ou civis, do Programa Espacial Brasileiro ou das empresas privadas selecionadas recentemente para operarem de Alcântara. Assim, buscaremos garantir a máxima segurança aos lançamentos, o rastreio adequado dos engenhos aeroespaciais lançados e a obtenção dos dados de voo, capacitando nosso pessoal a exercer todas as atribuições previstas com o máximo de sua capacidade técnica”.

Em seu discurso, o Diretor-Geral do DCTA, Tenente-Brigadeiro Potiguara, ressaltou que o domínio do espaço “é um objetivo estratégico primordial para qualquer nação que almeje independência tecnológica e verdadeira soberania. O Brasil não pode deixar de ocupar papel de destaque no cenário que se lhe apresenta, sob o risco de ser consumidor desse mercado bilionário, quando seu potencial aponta para uma nação líder no domínio tecnológico e na exploração de lançamentos espaciais”.

 

Sobre a AEB

A Agência Espacial Brasileira (AEB), órgão central do Sistema Nacional de Desenvolvimento das Atividades Espaciais (SINDAE), é uma autarquia pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), responsável por formular, coordenar e executar a Política Espacial Brasileira.

Desde a sua criação, em 10 de fevereiro de 1994, a Agência trabalha para viabilizar os esforços do Estado Brasileiro na promoção do bem-estar da sociedade, por meio do emprego soberano do setor espacial.

Fonte: Força Aérea Brasileira (CCS)

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!