BABADO DA SEMANA

Prefeitura de Peri-Mirim vai torrar mais de R$1 milhão de reais com alimentos

Duas empresas: uma com sede no povoado Três Marias e a outra no bairro Matriz em Pinheiro-MA

A empresa Moreira Comércio Eireli, localizada na avenida Capitão José Castro, Nº 53, no povoado Três Marias, zona rural de Peri-Mirim, assinou contrato de mais de R$620 mil reais com a Prefeitura de Peri-Mirim. De propriedade de Osvaldo Penha Moreira Filho, o Mix Moreira tem capital social de apenas R$300 mil reais.

Com atividade no ramo de comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns, o Mix Moreira vai fornecer alimento até para a Secretaria Municipal de Finanças de Peri-Mirim, ato meio suspeito, onde será gastos mais de R$60 mil reais. Em plena pandemia, a Prefeitura de Peri-Mirim gastando dinheiro público com alimento em uma secretaria, que nem funciona nos dois períodos, segundo informações repassadas ao G7.

Já a empresa L.P.S Comércio e Representações Eireli, localizada na Rua Diogo dos Reis, Nº 849, bairro Matriz, a cidade de Pinheiro, abocanhou um contrato de mais de R$ 440 mil reais também com fornecimento de alimentos para a Prefeitura de Peri-Mirim.

Com capital social de R$ 1 milhão de reais, a L.P.S Comércio e Representações Eireli tem como proprietário, o empresário Luís Pedro Soares Carvalho.

As duas empresas juntas vão faturar mais de R$1 milhão de reais com fornecimento de produtos alimentícios neste primeiro ano de gestão do prefeito Heliezer Soares. O Ministério Público precisa averiguar esses contratos, já que em plena pandemia, o município gastado dinheiro público com alimentos para secretarias não essenciais.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo