SÃO LUÍS

Prefeitura lança espaço para incentivo à leitura e a arte na Feirinha São Luís

É o lançamento do Espaço do Sebo, que vai marcar presença na Praça João Lisboa, ao lado do espaço do Brechó

A edição deste domingo (29), da Feirinha São Luís, evento promovido pela Prefeitura de São Luís, vem com novidades. É o lançamento do Espaço do Sebo, que vai marcar presença na Praça João Lisboa, ao lado do espaço do Brechó, na Rua do Egito, com funcionamento de 9h às 15h, no horário da Feirinha.

Em princípio, estarão no espaço quatro sebistas (@paco_prosa; Espaço cultura e poesia, @sebodoarteiro e @feira_da_tralha), e a intenção é criar um corredor para contemplar mais pessoas.

Sobre estar na Feirinha São Luís, a sebista da Feira da Tralha, Francisca Marly Carvalho, afirma que a importância do espaço vai além da divulgação:

“Além de divulgar nosso material, é dar acessibilidade para pessoas terem livros, vinis, fita cassete, dvd, todas essas antiguidades a custo menor, é expandir a leitura e a arte”, diz.

Foto: Divulgação

Atrações

Na programação cultural, a Feirinha São Luís traz o roots reggae de canções autorais, de Emanuele Paz, das 11h30 às 14h, na Praça Benedito Leite. Já na Praça João Lisboa, o palco recebe a pluralidade de Gabriel Melônio, das 11h às 12h30 e, em seguida, o MPB e forró pé de serra da Banda Ricardo Bondim, das 12h30 às 14h.

Mais ações

Como atividade fixa, a Ação Semus, acontece de 9h às 12h, realizada por meio da Superintendência de Educação em Saúde. Com o projeto Mexa-se, Consulta de Enfermagem, Imunização (Vacina Influenza e Tríplice Viral), Orientação Nutricional, PICS (Auriculoterapia/acupuntura), plantão ambulância SAMU.

Foto: Divulgação

Sobre a Feirinha

A Feirinha de São Luís se firma como uma opção que reúne lazer, cultura e entretenimento para o público da ilha e, também, para os turistas que circulam pelo Centro Histórico aos domingos. O evento, que acontece de 9h às 15h, está com nova configuração com as atividades descentralizadas.

A feirinha está construindo a tradição de proporcionar uma dose generosa de cultura e alegria, além de ser um espaço onde artistas, produtores, feirantes, agricultores podem comungar de suas obras e produtos, em um dos locais mais democráticos da cidade.

Foto: Divulgação

Como exemplo, existe o “Espaço Agro”, uma ala exclusivamente dedicada aos 22 produtores locais, que catalogados pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), têm a oportunidade de promover a venda de suas produções frente ao fluxo de pessoas oportunizado pela feirinha.

De acordo com o titular da Semapa, Liviomar Macatrão, a Feirinha é um espaço consolidado que merece todo apreço e cuidado por todo significado e identidade cultural.

“Recebemos diariamente feedback positivo da população sobre a forma como conceituamos a disposição dos espaços na feirinha, e isso nos fortalece. A Feirinha São Luís é um espaço que contempla lazer, informação, saúde, arte e por isso é tão importante mantê-la. Ela une a nossa gente, ela agrega e conscientiza”, pontua.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!