VACINA

Presidente da Gol diz que empregado que não se vacinar será demitido por justa causa

Se os empresários responsáveis pela saúde da população reagisse dessa forma, muita gente mudaria de opinião

Em live nesta terça-feira (28), o presidente da viação Gol, Paulo Kakinoff, afirmou que a companhia exigirá que todos os funcionários sejam vacinados para trabalhar na empresa. Quem não tomar o imunizante será demitido por justa causa.

Segundo o empresário, haverá exceção apenas para casos em que o funcionário não se vacine por comprovada recomendação médica.

No Brasil, ainda existem pessoas resistente a não tomar a vacina contra a Covid-19, muitos por ideologia política, outras por ideologia religiosa, mas também existem os que misturam política e religião e acabam não tomando o imunizante, prejudicando-o e as pessoas próximas.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo